O que é o Índice

Big Mac?

O que é?

O Índice Big Mac, ou Big Mac Index, foi criado em 1986 pelo The Economist, com o intuito de medir o poder de compra de diversas moedas ao redor do mundo, baseado na teoria da Paridade do Poder de Compra (PPC)

Paridade do Poder de Compra (PPC)

Basicamente, a teoria da Paridade do Poder de Compra, diz que um mesmo produto, negociado em países diferentes, têm o mesmo preço, dada a sua taxa de câmbio, vou exemplificar.

O exemplo:

No caso do Big Mac, que é o único lanche do McDonald’s, comercializado no mundo todo acaba sendo um bom comparativo.

A ideia é que, se um Big Mac custa US$ 5 nos Estados Unidos, em um momento que o dólar custa R$ 5, o preço do Big Mac no Brasil, segundo a PPC, deveria ser R$ 25.

Na prática:

Porém, por inúmeras razões, dificilmente os preços respeitam a PPC, e por isso a teoria do uso do Índice Big Mac é válida.

Como funciona?

Utilizando o exemplo dado, basta dividir o preço do Big Mac no Brasil em real, pelo preço do Big Mac nos Estados Unidos em dólares. Se o resultado der acima da taxa de câmbio, a moeda local está supervalorizada, mas se der abaixo, indica que está subvalorizada.

Mais um exemplo:

Utilizando os dados de janeiro de 2022: Preço do Big Mac nos EUA: US$ 5,81 Preço do Big Mac no Brasil: R$ 22,90 Taxa de câmbio: R$ 5,30 O resultado desta divisão dará 3,94, ficando abaixo da taxa de câmbio normal, uma desvalorização de cerca de 25%.

Quer aprender mais sobre como lidar, de forma inteligente, com o seu dinheiro?