Startup brasileira cria tecnologia capaz de recarregar baterias no “ar”

Ondas eletromagnéticas são transformadas em energia
startup brasileira IBBX

“Piririm, piririm, piririm, alguém ligou pra mim, quem é?…”. Vem cá, quem foi que nunca esqueceu o carregador do celular em casa e passou o dia lastimando? IBBX, uma startup brasileira criou um mecanismo que pode fazer os esquecidos bem felizes. 

Dá para parar de enrolar e explicar logo?

A IBBX, uma startup do interior de São Paulo, vem estudando desde 2016 uma forma de aproveitar as ondas eletromagnéticas, aquelas que se propagam no vácuo e nos permitem ver TV, ouvir rádio e mandar um “Oi, sumido (a)” para os contatinhos.

Ao que parece, o objetivo foi alcançado. 

Esses nerds interioranos criaram uma pequena antena capaz de captar as ondas eletromagnéticas e transformá-las em energia. 

Até então, só com grandes antenas era possível fazer essa captação, mas aqui é Brasil, meu anjo, e com BR ninguém brinca. 

Segundo os jovens gênios, dá até para implantar essa antena em uma capinha de celular e recarregar a bateria sem o uso de fio. 

Para isso, você só vai precisar estar em um lugar com muito fluxo dessas ondas, o que convenhamos, todo lugar, já que sempre tem gente pendurada no celular, com um computador ligado e uma TV no “Jornal Hoje”.  

Ah não acredito não. É sério mesmo?

A tecnologia da startup já foi certificada pela Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações e pela FCC, a Anatel dos EUA. 

Olha a moral! 

Além disso, em novembro fechou os primeiros contratos com a indústria, já que a empresa criou também um sistema que monitora máquinas, fazendo a leitura das ondas naquele ambiente. 

Com o equipamento, é possível monitorar a vida útil dos aparelhos, temperatura e até riscos de explosões. 

Quais as vantagens? 

Para a indústria tem sido a redução nos gastos com manutenção de máquinas, além de evitar possíveis acidentes. 

Mas a startup já fechou também com o setor automotivo, alimentício, de saneamento e de construção civil. 

Ou seja, chegou chutando a ‘pórta’. 

Com a ampliação da tecnologia, quem sabe você consiga carregar o seu celular guardado no bolso enquanto caminha para o seu trabalho. 

Inscreva-se na nossa newsletter!