Eve prevê mais de 200 carros voadores em 2035 só no Rio de Janeiro

Lançamento está previsto para 2026
foto de veículo da Eve

Que roupa vocês vão usar no dia? Lembre-se, nada muito simples para não parecer pobre, e nada muito chique para não serem roubados. Empresa Eve divulga documento com detalhes sobre os carros voadores, eVTOL, a previsão é de lançamento já em 2026, com mais de 200 veículos no Rio de Janeiro até 2035.

Qual é a ‘braba’ da segundona?

De acordo com previsões por parte da Eve, empresa de carros voadores da Embraer, em 2035 haverá mais de 200 unidades de carros voadores no Rio de Janeiro. 

A empresa também prevê o transporte de mais de 4,5 milhões de pessoas por ano em 37 locais de pouso e decolagem. Só o que a ‘boneca’ ainda não previu foi o preço da passagem. 

Além disso, a Eve divulgou um documento inédito em que apresenta os detalhes de como o brinquedinho aéreo vai funcionar. 

Quais são os detalhes? 

Primeiramente, o lançamento será em 2026. “Que dia”? “Que mês”? Calma, chocolate ao leite, um mistério de cada vez. 

2º – O eVTOL, que é o nome do veículo voador, vai realizar viagens com distância entre 16 e 48 quilômetros. 

3º – A duração desse trajeto vai de 7 a 17 minutos. Olha aí, já vai tentando convencer o seu chefe sobre as vantagens de um vale transporte aéreo. 

4º – A capacidade esperada é para 4 passageiros e o piloto. Mas, no futuro, os veículos vão operar de forma autônoma, e sem o condutor, dois novos lugares ficarão disponíveis, segundo a empresa. 

Rapaz, tem que ter coragem, viu?

Será que vai custar caro?

Ainda de acordo com a Eve, criadora do eVTOL, os veículos são movidos a eletricidade, hidrogênio ou motores híbridos. Porém, os motores elétricos tornam a aeronave mais interessante para o bolso dos passageiros. 

Assim, a empresa assegura que o acesso aos carros voadores não será um grande problema. Contudo, ainda não divulgou possíveis valores. 

Ademais, a expectativa de faturamento é de US$ 220 milhões de dólares por ano. 

Por fim, a Eve está para ser listada na bolsa de valores de New York City, a Nyse. Inclusive, o anúncio pode sair essa semana. Será que a divulgação desse documento visava atrair investidores? 

Inscreva-se na nossa newsletter!