EUA e Japão fazem parceria para criar a tecnologia 6G

A união visa impedir domínio absoluto da China
foto de imagem 6G

Deu empate na luta do Whindersson contra o Popó, mas os EUA e o Japão não estão dispostos a dividir o prêmio com ninguém. A China que já vem trabalhando no desenvolvimento da tecnologia 6G agora terá que lutar contra EUA e Japão nessa corrida.

E a gente quer mais é briga mesmo. 

O que a tecnologia 6G tem de bom? 

Imagine que a internet 5G é 100 vezes mais rápida que a rede 4G. A estimativa é que a tecnologia 6G seja 8 mil vezes mais veloz que o 5G. 

Abana que eu tô pegando fogo!

Pense que o 5G surgiu para integrar as coisas. Por exemplo, os veículos autônomos, que integrados com o sistema de trânsito e de navegação por satélite, o GPS, são capazes de se mover nas vias urbanas sem ação humana e respeitando os sinais vermelhos. 

Ou seja, a internet das coisas. Contudo, o 6G pretende integrar o humano e as coisas através de experiências extra-sensoriais. 

Imagine enviar uma mensagem de texto apenas fazendo gestos no ar ou com comandos de voz, sem que você tenha que segurar o botão. Considere atender a uma ligação da sua mãe sem ter que tirar o celular do bolso ou usar um fone de ouvido. 

Isso porque, dispositivos estariam implantados em sua roupa, e com adesivos na pele, sua saúde seria monitorada 24 h por dia. Então, qualquer sinal de anormalidade seria imediatamente comunicado, rapidamente tratado e possivelmente curado. 

Ai, pai, para! 

E essa parceria dos EUA com o Japão?

E vem aí, Os vingadores dos EUA com os saiyajins do Japão. Os países estão tentando segurar os avanços da China no mundo, então, anunciaram a dupla que farão investimentos no setor. 

A princípio, o Ministério de Assuntos Internos e de Comunicação japonês, vai convocar empresas para atuarem com foco total no desenvolvimento do 6G. 

Assim, telefones celulares, dispositivos de comunicação, automóveis, drones e relógios serão os primeiros alvos de melhorias para a relação humano-máquina. 

6G é mesmo uma boa? 

Para quem acompanha as tendências e já ouviu falar em metaverso, certamente já notou que o 6G parece ser o portal para esse universo. 

Ou seja, se você tinha dúvidas sobre a implementação dessa nova realidade, então talvez agora comece a pensar diferente. 

Além disso, toda essa inovação tem um foco no cuidado do nosso planeta, já que sem ele não há vida. Então parece razoável pensar em um primeiro momento que tudo isso é bom. 

Porém, o 6G estará presente no dia-a-dia das pessoas apenas em 2030. Enquanto isso, a gente vai se divertindo com a tecnologia 5G que está chegando com força.  

Inscreva-se na nossa newsletter!