The Compass Newsletter

Microsoft vai fechar LinkedIn na China

NEGÓCIOS

Se você acha que é difícil lidar com a vida de universitário, imagina lidar com a China.

  • Como você deve saber, já há algum tempo a China começou a apertar o cerco para empresas estrangeiras e nacionais, aumentando as regulamentações em diversas indústrias como a de games, educação e tecnologia.

Com todo esse cenário, quem decidiu tomar ação foi a Microsoft, que vai fechar o LinkedIn na China. Ela era a última das grandes redes sociais dos EUA que ainda estavam operando por lá. Google, Instagram, Twitter e outras queridinhas por aqui já são bloqueadas há bastante tempo na China.

“Estamos enfrentando um ambiente de operação significativamente mais desafiador e maiores exigências regulatórias na China”

disse o LinkedIn em nota.

A notícia vem após uma reguladora de Internet chinesa dizer, em março, que a rede deveria moderar mais o seu conteúdo, segundo o The Wall Street Journal.

E agora? A empresa vai lançar uma versão específica do LinkedIn na China chamada InJob, disponível apenas para divulgação de vagas de emprego, sem o feed clássico das redes ou postagens de usuários.

Se conteúdos de trabalho lá são bloqueados, nem imagino o que seriam de nossos memes…

na rota com The Compass

Na rota é a newsletter diária da The Compass, com conteúdos COMPLETOS e bem-humorados. Mais do que informar, nosso objetivo é EXPLICAR as notícias, para que os nossos leitores saibam exatamente a relevância e o impacto dos principais acontecimentos em suas vidas. Clique aqui para se inscrever, é de graça!