Início » Negócios » XP compra participação na Virgo, marketplace de soluções financeiras

XP compra participação na Virgo, marketplace de soluções financeiras

O plano é simplificar o acesso a capital para pequenas e médias empresas
Daniel Magalhães, CEO da Virgo e Ivo Kos, CRO da Virgo
Foto: Divulgação/Virgo

Nesta quinta-feira (9), a XP anunciou sua nova aquisição: uma participação minoritária na Virgo, empresa de infraestrutura de serviços e soluções financeiras para o mercado de capitais.

Com isso, a Virgo poderá acelerar o plano de construir um marketplace para aumentar e simplificar o acesso a capital para pequenas e médias empresas (as PMEs, como você talvez já tenha visto por aí). 

O Ecossistema empreendedor agradece!

O valor da operação não foi divulgado e as empresas seguem com a governança e a independência inalteradas, vale dizer.

Segundo o site da Virgo, os recursos também serão usados para aumentar o time, além de investimentos em tecnologia e novos produtos e soluções.

A empresa possui mais de 105 investidores institucionais que oferecem capital para empresas e negócios de médio porte.

Ela permite que operações de até R$ 50 milhões sejam fechadas em menos de 12 horas

Segundo o head da XP empresas, Rodrigo Moreira, a Virgo está alinhada com o propósito da companhia:

“A nossa visão é sermos o maior provedor de soluções para pequenas e médias empresas do Brasil e o investimento na Virgo está em linha com isso, ao plugarmos em nosso ecossistema uma plataforma que compartilha do nosso propósito.”

afirmou Rodrigo

Outro ponto forte da empresa é o braço de securitização, sendo a maior plataforma securitizadora agrícola e imobiliária do país.

O que é securitização?

Trata-se uma prática para transformar dívidas em títulos negociáveis que podem ser vendidos a investidores. Essas dívidas podem ser, por exemplo, títulos de crédito, faturas não pagas ou dívidas de empréstimos em títulos.

Assim, a Virgo Companhia de Securitização também se beneficiará do investimento. Ela já possui cerca de R$ 35 bilhões sendo monitorados.

E a empresa também investe em startups: no último semestre, ela já estruturou seu próprio fundo corporativo de investimento em startups, realizando 3 aportes desde então.

Os planos são de fechar R$ 20 milhões investidos dentro dos próximos 12 meses em 20 startups.

Adm

Lembra aquela frase de que ninguém é concorrente, mas sim todos estão no mesmo barco em prol de um mesmo objetivo? Bora, empreendedores!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp