Início » Negócios » Whatsapp Pay liberado no Brasil

Whatsapp Pay liberado no Brasil

Celular com aplicativo do WhatsApp iniciando
Imagem: Reprodução

Facilitando a vida de geral, o pagamento pelo WhatsApp foi liberado aqui pra gente essa semana! Sendo o segundo país do mundo a contar com o serviço – depois da Índia – temos algo próximo a 60% da população do país sendo usuários do zap.

No finalzinho do mês passado a gente publicou aqui quando o Banco Central aprovou o serviço, que envolve cartões Visa e Mastercard.  Ele veio pra facilitar operações em geral sem cobrança de tarifas

Sábado passado (15), o WhatsApp mudou seus termos de privacidade para possibilitar as funcionalidades comerciais do aplicativo em relação aos dados compartilhados com o Facebook. A interação com empresas ficou mais simples, juntamente com o pagamento das compras propriamente.

Por enquanto, o pagamento está liberado apenas para pessoas físicas e com cartão de débito, cartão débito/crédito ou cartão pré pago (desde que emitido pelos bancos associados).

E segundo o WhatsApp, o serviço será liberado de maneira gradual e aqueles que já tem o recurso disponível podem enviar convites aos amigos.

Para utilizar, a opção estará juntamente a outros recursos quando você vai enviar uma foto, arquivo, contato ou compartilhar uma localização, sabe?

Lá aparecerá a opção “pagamentos” e as informações necessárias serão pedidas e te encaminharão para o Facebook Pay, onde você poderá ler os termos de uso e inserir seus dados.

O Pix do Banco Central, serviço relativamente recente, também permite pagamentos instantâneos e está procurando se reinventar também com as recentes divulgações sobre o Saque Pix.

Assim como no Pix, no Whatsapp Pay você tem a possibilidade de escrever uma mensagem junto da transferência. 

As regras são:

  • O limite máximo por transação é de R$1.000;
  • O número máximo de transferências que cada usuário pode fazer por dia é 20;
  • O limite mensal de transições é R$ 5.000 por mês.

Sobre os riscos, agora com o com cadastro de cartão no WhatsApp, os usuários precisam se atentar ainda mais para o risco de fraudes e clonagem de conta. A autenticação em dois fatores é uma das medidas que podem ser tomadas para que o usuário possa se proteger dentro do aplicativo.

Na aba de privacidade dentro do aplicativo pode-se colocar um PIN para cada dispositivo em que se conecta o aplicativo. Essa é uma forma, além do código de autenticação, por meio da qual o usuário consegue se proteger de um golpista que tenha de alguma forma o código da autenticação.

Vale lembrar que não existe a possibilidade de reverter uma transação, ou seja, se você fizer uma transação para a pessoa errada, a única forma de seu dinheiro retornar é se a pessoa enviar de volta mesmo.

Fica de olho 👀

Ainda não existe uma data para que o pagamento para pessoas jurídicas seja liberado, mas segundo a empresa, haverá essa opção no futuro.

Além disso, é previsto que em algum momento haja uma integração do Whatsapp Pagamentos com o Pix, mas sem previsão dessa data também.

E aí, vem de Pix ou vem de Zap?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp