Início » Negócios » Uber registra primeiro lucro operacional em mais de dez anos de história

Uber registra primeiro lucro operacional em mais de dez anos de história

A empresa superou as dificuldades e lucrou US$ 8 milhões no terceiro trimestre de 2021
Uber registra primeiro lucro operacional em mais de dez anos de história
(Foto: Reprodução/Pixabay)

Depois de mais de dez anos de história, a Uber reportou o primeiro lucro operacional de sua história. A empresa de transporte registrou um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) de US$ 8 milhões no terceiro trimestre de 2021. 

Esse indicador, também conhecido como lucro operacional ajustado, avalia quanto uma empresa está gerando com as suas atividades operacionais, deixando de lado os investimentos financeiros, empréstimos e impostos.

No mesmo período do ano passado, a companhia teve uma perda de US$ 625 milhões neste mesmo indicador.

Além disso, a empresa informou que prevê um novo resultado positivo para o último trimestre de 2021, quando o lucro ajustado deve ficar entre US$ 25 milhões e US$ 75 milhões.

No primeiro pregão após a divulgação dos resultados, as ações da Uber estão operando em alta e chegaram a disparar mais de 4% na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Como a Uber sobreviveu durante todo esse tempo?

Na última década, a Uber seguiu um modelo de “crescimento a todo custo”, nas palavras do presidente da empresa, Dara Khosrowshahi. Para ele, a Uber foi pensada para o longo prazo, ou seja, demorar para dar dinheiro já era esperado.

No começo de 2020, o executivo afirmou que essa “era inicial” iria ficar para trás e que agora a empresa começaria a buscar lucro e diminuição do prejuízo.

A sobrevivência durante todos esses anos, desde 2009, foi possível ao considerar que a principal atividade da Uber é operar um software que elimina intermediários. Este modelo possui custos baixos quando comparado às empresas de táxi, por exemplo, além de oferecer serviços mais acessíveis para a população.

Assim, os executivos da empresa acreditavam que era uma questão de tempo até que os serviços se popularizassem e ganhassem a confiança das pessoas ao redor do mundo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp