Início » Negócios » Uber Eats vai deixar de operar no Brasil em março

Uber Eats vai deixar de operar no Brasil em março

A empresa pretende focar em outros meios de transporte
motorista da uber eats
Foto: Bigstock

A Uber Eats acaba de anunciar que não prestará mais serviços de entrega de restaurantes a partir do dia 8 de março. 

A empresa acrescenta ainda que os usuários com créditos e promoções em restaurantes no aplicativo, deverão utilizá-los enquanto há tempo ou eles vão expirar. 

Gente, o que foi que deu errado? 

Segundo a própria Uber, o encerramento do serviço é estratégico, já que pretende focar em suas entregas de supermercados e de pacotes através do Uber Flash. 

Mas, o brasileiro que é desconfiado, não engole fácil uma justificativa. O que se imagina é que a disputa com outra plataforma de entregas de refeições que detém 70% do público pode cansar qualquer um. 

Desta forma, o Ifood seguirá dominando dois terços do mercado, enquanto a Rappi ficará com o que sobrar. 

Lembrando que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade),está de olho no Ifood. Depois de muitas reclamações da Uber e da Rappi, a malandrinha foi proibida de fazer novos contratos de exclusividade com restaurantes. 

Esse castigo para o Ifood não bastou? 

Pode haver outro fator nessa despedida da Uber Eats. Afinal, a decisão veio apenas um dia após o Presidente Jair Bolsonaro sancionar uma lei que assegura aos entregadores alguns direitos que deverão ser pagos pelas empresas donas dos aplicativos. 

Entre eles, seguro de cobertura para acidentes, invalidez temporária ou permanente e morte. Além de assistência financeira aos motoristas que testarem positivo para Covid.  

Aí que esse tipo de exigência para uma empresa que já está apanhando da rival há 5 anos pode pesar um pouco. 

Mas é claro que tudo isso pode ser só teoria da conspiração e a ideia foi só estratégica mesmo. 

Quem não gosta de uma resenha de fim de tarde? 

E o que a Uber pretende fazer da vida? 

A empresa segue pleníssima em sua missão de transportar pessoas. Também dará sequência aos serviços de uber flash com entregas de pacotes. 

Ademais, no ano passado a Uber adquiriu por completo a Cornershop, serviço em que o usuário faz compras de supermercado por aplicativo e recebe em casa. 

Será que o Ifood e a Rappi ficaram tristes? 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp