Toyota anuncia investimento massivo em baterias para veículos elétricos

Na busca por elétricos e híbridos mais acessíveis, a montadora vai investir mais de US$13 bilhões até 2030
toyota

Não é a primeira vez que a Toyota se posiciona pela causa dos carros elétricos.

Com reviravoltas, dessa vez o investimento foi massivo: a fabricante japonesa anunciou que pretende investir US$ 13,7 bilhões (mais de R$ 79 bilhões) no desenvolvimento de baterias elétricas na próxima década, segundo The Wall Street Journal.

A empresa pretende intensificar a corrida por veículos híbridos e elétricos, tornando-os acessíveis e aumentando sua durabilidade em prol de um futuro mais sustentável.

O anúncio foi feito falando de um investimento trilionário na moeda local (1,5 trilhão de ienes) em produção e tecnologia.

A companhia estima que até 2025, o custo da produção deve cair 50% e que as baterias deverão reter até 90% da capacidade mesmo após 10 anos de uso, segundo o site Ars Technica.

Segundo o diretor de tecnologia da Toyota, Masahiko Maeda, o investimento trará novas 10 linhas de montagens de baterias nesse tempo (até 2025), produzindo cerca de 200 GWh de baterias no período.

Mas como eu sei se isso é muito ou pouco?

 

Vale a comparação: a meta da Volkswagen é produzir 240 GWh de baterias até 2030 só na Europa e a meta da Ford é produzir esse mesmo tanto, mas no mundo todo.

Qual o objetivo disso?

 

O objetivo por trás também é desenvolver paralelamente carros que utilizem essas baterias de maneira mais eficiente, consumindo menos energia por quilômetro rodado – cerca de 30% menos.

“Por meio deste desenvolvimento integrado de veículos e baterias, pretendemos reduzir o custo da bateria por veículo em 50%, em comparação com o Toyota BZ4X",

explicou Maeda

Baterias em estado sólido

Outro setor em que a Toyota está trabalhando é a produção de baterias em estado sólido, com maior velocidade de carregamento e menos propensas a pegarem fogo – as baterias atuais, de íon de lítio, possuem um risco maior.

Os materiais a serem usados ainda estão em fase de pesquisa, mas por enquanto os custos para estes ainda são bem maiores do que a de íon-lítio líquida. 

Ainda sobre a produção dos carros, a ideia é que até 2025 sejam lançados globalmente 70 carros elétricos, segundo os executivos da Toyota. 

Adm

E aí, vamos de Tesla ou de Toyota?🚀

Inscreva-se na nossa newsletter!