Tesla chega a US$ 1 trilhão em valor de mercado

A marca foi batida após uma enorme encomenda de carros elétricos. Será que tá ruim para o Musk?
Tesla é processada por JPMorgan após tweet de Elon Musk

A Tesla entrou oficialmente para a elite do capitalismo nesta segunda-feira (25). A montadora de Elon Musk atingiu a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado pela primeira vez na história.

A gigante norte-americana se junta à Amazon, Microsoft, Apple e Alphabet no seleto grupo de companhias trilionárias. Em junho deste ano, o Facebook também superou este número, mas atualmente a rede social está abaixo da casa de US$ 1 trilhão.

Como a Tesla bateu US$ 1 trilhão?

A marca foi atingida após a divulgação da notícia de que a locadora de veículos Hertz encomendou 100 mil veículos elétricos da Tesla.  Os automóveis devem ser entregues nos próximos 14 meses e a operação representa uma receita de US$ 4,2 bilhões para a empresa de Musk, segundo informações da Bloomberg.

A notícia animou os investidores e as ações da companhia registraram um salto expressivo de mais de 10%, o que explica a marca atingida hoje. Aqui no Brasil, os BDRs da Tesla, negociados com o código TSLA34, estão operando em alta de quase 10%, por volta das 16h.

Se você não sabe o que é isso, BDRs são certificados que representam ações emitidas em outros países.  Neste caso, elas representam os papéis da Tesla que são negociados na Nasdaq, nos Estados Unidos.

Explicação do Adm

Além disso, o recorde acontece uma semana após a Tesla bater recorde de lucro, atingindo a marca de US$ 1,62 bilhão no terceiro trimestre de 2021.

Transformação da indústria automotiva

O feito atingido hoje pela Tesla ocorre em um momento de transformação da indústria de veículos. A gigante de Elon Musk é uma das pioneiras no segmento de carros elétricos, que está ganhando cada vez mais força no mundo.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o presidente Joe Biden quer que 50% dos carros vendidos até 2030 sejam elétricos. Não é à toa que grandes companhias do setor automotivo estão destinando boa parte de seus recursos para estes automóveis.

No mês passado, a Toyota anunciou um investimento massivo em baterias para veículos elétricos. Alguns dias depois, a Ford comunicou um aporte de R$ 62 bilhões em carros elétricos.

Inscreva-se na nossa newsletter!