Startup conecta profissionais aos serviços de alimentação e funciona como “Tinder das contratações”

A Worc já criou 14 mil oportunidades de trabalho e quer aumentar a base ativa de clientes em 700% neste ano
Comece por aqui
Início » Negócios » Startup conecta profissionais aos serviços de alimentação e funciona como “Tinder das contratações”

Uma pesquisa divulgada pela Think Tank Pew Research Center, em abril deste ano, mostrou que o Brasil é o segundo país do mundo onde o mercado de aplicativos mais cresce. Não é à toa que já temos à nossa disposição apps para pedir comida, fazer entregas, encontrar empregos e até marcar os famigerados dates (rs).

Todas essas empresas podem fazer com que essa mercado pareça “saturado” e sem espaço para inovação, mas não é bem assim. Prova disso é a Worc, uma startup que mistura um pouco de Tinder com Uber para conectar profissionais do setor de alimentação aos restaurantes, bares e empresas.

Pode até parecer uma proposta meio maluca ou excessivamente específica, mas a ideia deu tão certo que a Worc já criou mais de 14 mil oportunidades de emprego em menos de quatro anos de existência. Além disso, a startup espera investir mais de R$ 2 milhões em operações ao longo deste ano.

Como não poderíamos deixar uma história dessas passar, conversamos com o Alex Apter, CEO e fundador da Worc, para entender melhor sobre a startup e tirar algumas lições de empreendedorismo de tudo isso. Se liga no bate-papo!

Vontade de fazer a diferença, mas como?

A Worc surgiu da união entre as experiências profissionais e acadêmicas de Alex e a vontade de criar algo que pudesse ajudar outras pessoas.

Depois de trancar a faculdade de arquitetura e decidir estudar administração, Alex se aprofundou no mundo do empreendedorismo. Neste período, o empresário criou uma consultoria para ajudar restaurantes na hora de contratar e treinar funcionários.

Ainda na universidade, o CEO da Worc conheceu algumas figuras que o inspiraram, como Renato Freitas, fundador da 99 App. A convivência com essas pessoas e as experiências obtidas na faculdade fizeram com que ele decidisse levar a consultoria para outro nível, que foi quando surgiu a Worc.

“Eu pensei: 'preciso criar uma coisa com propósito'. Então, tive a ideia de criar a Worc para ajudar não somente os estabelecimentos, mas também a população carente que precisa ter acesso às oportunidades de emprego”,

disse Alex Apter, fundador da Worc, em entrevista à The Compass.

Focar em um único alvo

Se engana quem acha que a ideia de se aventurar no setor de alimentos surgiu do nada. A escolha aconteceu porque Alex já havia trabalhado em restaurantes, inclusive no renomado Paris 6.

Além disso, focar todos os esforços em um setor só foi mais uma das dicas aprendidas durante a faculdade, por meio de uma técnica chamada ‘beachhead market‘.

“Como uma startup tem poucos braços, essa técnica diz que inicialmente é melhor você focar todo o seu esforço em um produto só. Então, decidi focar totalmente no food service, que é um mercado que sozinho poderia fazer a Worc virar um unicórnio“, explica Alex.

Se você nunca ouviu falar sobre esse termo, os unicórnios são aquelas startups com valor de mercado igual ou maior do que US$ 1 bilhão. Ou seja, só as gigantes!

Emprego, cursos e promoção no trabalho: o cenário dos sonhos

Tem alguém aí procurando emprego?

Além de ajudar os estabelecimentos na busca por funcionários, a Worc também surgiu com o propósito de dar mais oportunidades para a população carente, que muitas vezes não tem acesso fácil ao mercado de trabalho.

Para isso, a startup utiliza um algoritmo que leva em consideração as questões geográficas e de transporte das empresas e dos trabalhadores, além de considerar os fatores técnicos. 

Assim, é possível juntar as habilidades de cada pessoa com as expectativas das empresas e encontrar o melhor para os dois lados, de forma totalmente digital.

Mas não é só isso! Como conectar as empresas aos potenciais funcionários já é algo feito por muitas empresas, a Worc decidiu oferecer também cursos de capacitação.

As aulas, disponíveis gratuitamente na plataforma da startup, são oferecidas por parceiros da empresa. Além disso, os estabelecimentos cadastrados na Worc também disponibilizam vídeos de treinamento e capacitação. 

Com isso, é muito mais provável que os profissionais sejam contratados e consigam até uma promoção no futuro.

“Um dos nossos pilares é a educação, a gente acredita que temos a responsabilidade de fazer não só com que o candidato consiga um trabalho, mas que ele consiga ser promovido e ter oportunidades mais justas”, explica o CEO da startup.

Investimentos a todo vapor

Já deu para perceber que a Worc tem uma proposta bastante interessante e capaz de ajudar muitas pessoas. Não é à toa que a startup recebeu um investimento liderado pelo Honey Island Capital, ao lado da GVAngels, no final de 2020.

Embora o valor não tenha sido divulgado, Alex revelou durante o bate-papo que a ideia era utilizar o dinheiro para melhorar as soluções oferecidas pela empresa.

Os primeiros efeitos disso já estão sendo notados… Afinal, segundo ele, a startup aumentou em quase oito vezes a base de candidatos ativos desde o aporte. Além disso, a Worc já se prepara para novas rodadas de investimentos!

Comentário do Adm

A Worc é mais um exemplo que pode nos ensinar muito sobre empreendedorismo. A dica que fica é: focar em um único setor e depositar nossas energias nele pode fazer com que nossa empresa decole! Além disso, vale observar os segmentos que você já domina.

Se você chegou até aqui, você provavelmente vai gostar de: Startup de logística, criada em 2020, recebe R$ 5 mi em aportes e faz parceria com BB Seguros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp