Reforma do Imposto de Renda diminui arrecadação para cofres públicos em R$52,2 bilhões

Diminuiu a mamata?
la-casa-de-papel

O dinheiro nos cofres públicos brasileiros até 2024 vai diminuir. A questão é que não é nem porque alguém vai dar uma de “El Professor”, de La Casa de Papel… É por conta da reforma do Imposto de Renda mesmo!

A reforma fará com que o país perca R$ 52,2 bilhões até 2024, de acordo com a IFI (Instituição Fiscal Independente), do Senado Federal. Com isso, o Brasil deixará de arrecadar R$ 28,9 bilhões em 2022, R$ 11 bilhões em 2023 e R$ 12,3 bilhões em 2024.

A proposta já foi votada na Câmara dos Deputados, onde foi aprovada por 398 votos a 77. Agora, a reforma depende da aprovação do Senado.

Vamos pouquinho a pouquinho: o que é Imposto de Renda? 

Imposto de renda é o imposto que o governo coloca sobre o quanto uma pessoa física ou uma empresa ganha.

Ou seja, a Receita Federal pede que trabalhadores e empresas informem suas rendas. Conforme você vai recebendo e gastando dinheiro, o “leão” da Receita avalia se o que ele cobrou de você ou de uma empresa com o Imposto de Renda é realmente o que deveria ter sido pago.

Tirando do grego, eles querem “fechar a conta” entre o quanto você ganha e o quanto gasta. Isso é uma forma de ter certeza que realmente tudo que tinha que ser pago para a Receita, foi pago. 

Esse acompanhamento de dados é feito através da Declaração de Ajuste Anual para IRPF (Imposto de Renda para Pessoa Física).

Mudanças e diminuição de arrecadação

A principal mudança que vai diminuir a arrecadação do governo federal é o aumento da faixa de isenção para quem recebe até R$ 2.500 por mês. Afinal, atualmente você só é isento se ganhar até R$ 1.903 por mês. 

Além disso, terá uma mudança no Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (ou seja, empresas e empreendedores) que vai reduzir o imposto de 15% para 8% em 2022.  

Inscreva-se na nossa newsletter!