Pix faz bancos deixarem de arrecadar R$1,5 bi em 2021

Em janeiro deste ano foram mais de 1,3 bilhão de transações
Pix

Vocês também ficam muito tristes com uma notícia dessas? Ferramenta criada pelo Banco Central, Pix, fez com que grandes bancos tivessem um prejuízo de R$1,5 bilhão no ano passado. 

“Chooorando se foi quem um dia só me fez chorar…”.

Como foi que isso aconteceu? 

O sistema de transferência de dinheiro instantâneo, Pix, atualmente corresponde a 72% das transações desse tipo. Ou seja, alguém ainda lembra o que é TED e DOC?

Antes de mais nada, crianças, houve um tempo em que era preciso pagar para mandar dinheiro da sua conta para a de um amiguinho. Quando você queria que o pagamento caísse no dia, usava o TED, se podia esperar, usava o DOC. 

Assim, os bancos arrecadavam milhões por ano. Com a chegada do Pix, só em 2021, o prejuízo para bancos como o Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Santander foi de cerca de R$1,5 bilhão. 

“… chorando estará ao lembrar de um amor que um dia não soube cuidar…”.

E os bancos estão pistolas com isso?

O presidente do BB e do Bradesco mantiveram a pose dizendo que estava tudo bem, que é normal a preferência e que estão trabalhando em novas opções de serviços para recuperar essa receita. 

Já o presidente do conselho do Santander abriu o coração e demonstrou estar magoado. Segundo ele, a única alternativa no momento é reduzir custos, mas não especificou como. Talvez seja um assunto difícil. 

Força, guerreiro.

Em contrapartida, o banco Itaú já trabalha em uma maneira de voltar a encher os cofrinhos criando o Pix crédito, que vai conceder crédito via Pix de maneira rápida. Porém, a ferramenta ainda é só um neném e falta muito para seu total desenvolvimento. 

O Pix é seguro? 

Segundo o Banco Central, é totalmente seguro. No princípio a desconfiança dos brasileiros era tão alta que a ferramento levou tempo para atrair o povo. 

Além disso, houveram grandes vazamentos nos últimos tempos e informações de nomes, telefones e e-mails de usuários foram expostas. Contudo, o fato de as informações não serem tão relevantes, fez as pessoas perdoarem o ‘equíviuco’. 

Ainda assim, a possibilidade de transferências rápidas e gratuitas fala mais alto na hora de usar o Pix. 

Inscreva-se na nossa newsletter!