Nubank faz parceria com a FIFA e será patrocinador oficial da Copa de 2022

O banco quer aproveitar a exposição do evento para ampliar sua divulgação em outros países
Diferentes-mãos-segurando-cartão-do-Nubank

Às vésperas do IPO, o Nubank anunciou hoje (18) que fechou um contrato com a FIFA para se tornar patrocinador oficial da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Será que agora o hexa vem?

O banco digital vai assumir uma das quatro cotas de apoiador regional para empresas da América do Sul. Embora o Nubank não tenha revelado o valor da parceira, a FIFA anunciou anteriormente que cada uma das cotas regionais seria comercializada por US$ 8 milhões.

Qual é o intuito do Nubank com isso?

Conforme um comunicado divulgado pelo Nubank, o patrocínio é uma forma de expandir a divulgação do banco para outros países. Segundo o diretor de marketing da fintech, Arturo Núñez, a parceria fará com que o banco chegue a outras plataformas e canais de comunicação que ainda não são muito explorados.

Além disso, o Nubank pretende criar arenas de transmissão locais, acesso a ingresso de jogos e uma série de ações exclusivas para promover a Copa junto com seus clientes.

“O futebol tem, como nenhum outro esporte, o poder de unir as pessoas no mundo todo, mas principalmente na América do Sul. Queremos fazer parte desse momento”, explicou Arturo.

Golaço antes do IPO

Além de ser interessante para o longo e médio prazo, não dá para negar que o Nubank escolheu um ótimo momento para esse anúncio. Ao anunciar o patrocínio, a FIFA definiu o banco digital como uma das maiores instituições financeiras da América do Sul.

Assim, a parceria reforça ainda mais o nome da fintech pouco menos de um mês antes da entrada da empresa na bolsa de valores. Como já mostramos aqui na The Compass, o banco digital busca uma avaliação de mais de US$ 50 bilhões na oferta que ocorrerá na NYSE, bolsa de valores dos Estados Unidos.

Inscreva-se na nossa newsletter!