Início » Negócios » Nubank deve estrear na Nasdaq e na B3 até dezembro, diz jornal

Nubank deve estrear na Nasdaq e na B3 até dezembro, diz jornal

Antes tarde do que nunca! O banco deve chegar à bolsa com uma avaliação de US$ 50 bilhões
Nubank divulga informações de IPO e busca avaliação de mais de US$ 50 bilhões
(Foto: Nubank/Divulgação)

A oferta pública inicial de ações (IPO) do Nubank deve ocorrer entre o final de novembro e o mês de dezembro. A informação foi divulgada hoje (18) pelo jornal O Estado de S.Paulo.

O banco digital deve estrear na Nasdaq, a bolsa de valores norte-americana conhecida por reunir ações de empresas de tecnologia.

A expectativa, segundo o jornal, é que a fintech chegue a um valor de mercado de US$ 50 bilhões a US$ 70 bilhões.  Os números vêm abaixo das projeções divulgadas anteriormente por veículos de comunicação, de US$ 100 bilhões.

O prospecto da operação, que é o texto que reúne as informações sobre a oferta, deve se tornar público nas próximas semanas. O documento será publicado pela Securities and Exchange Commission (SEC), órgão equivalente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no Brasil.

O plano também inclui o Brasil

Para aqueles que não têm conta em corretoras do exterior, o Nubank também possui um plano. Conforme as informações do Estadão, a abertura de capital ocorrerá simultaneamente na Nasdaq e na B3, a bolsa brasileira. Aqui no Brasil, serão negociadas as Brazilian Depositary Receipts (BDRs) do roxinho.

Esses ativos são, basicamente, certificados que representam ações emitidas em outros países. Ao investir em BDRs, você não se torna diretamente sócio da empresa, mas detém um ativo que vai variar conforme as ações daquela companhia.

Porém, se você pretende participar da oferta nos Estados Unidos, confira o nosso artigo sobre “Investir no exterior: saiba como investir fora morando no Brasil“.

Por que lá fora e não aqui no Brasil?

Além do Nubank, a Nasdaq também é o local onde outras empresas brasileiras de tecnologia e finanças negociam suas ações, como a Stone e a XP.

A bolsa norte-americana também é alvo de outro banco digital brasileiro. Como mostramos aqui, o Banco Inter anunciou uma migração para bolsa de valores dos EUA na última semana.

Isso se dá especialmente porque este é um mercado muito mais acostumado a investir em empresas digitais, o que pode ser uma vantagem para essas companhias.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp