McDonald’s começa a aceitar Bitcoin como pagamento em El Salvador

Surfando a onda
Ilustração de Bitcoin-tomando-lanche-do-mcdonalds

Existem algumas pessoas que, quando surfam uma onda, caem, passam vergonha na praia e tomam o famoso “caldo” de mar. Por outro lado, existem as pessoas elegantes ao surfar uma onda, que são aquelas desfilam e saem por cima. Esse é o caso do McDonald’s.

A rede de fast food decidiu entrar na onda das criptomoedas e anunciou que irá começar a aceitar pagamentos dos lanches com Bitcoin em El Salvador. 

Depois da implementação, que será feita pela empresa OpenNode, o Bitcoin poderá ser aceito em todas os 19 McDonald’s de El Salvador e também em pagamentos online em aplicativos de entrega de comida.

Aí você me pergunta: por que El Salvador? 

Tá vacilando, né?! Não leu nossa primeira notícia de hoje? Para quem está por fora do assunto, El Salvador foi o primeiro país do mundo a adotar o Bitcoin como moeda corrente, permitindo com que a população pague impostos, dívidas e que empresas ampliem as alternativas de pagamento em criptomoeda.

Por falar em outras criptomoedas…

Falando assim do McDonalds até parece novidade, mas em julho o Burger King rodou uma espécie de “publicidade” anunciando que iria permitir o pagamento de um produto em específico em Dogecoin, a famosa criptomoeda meme… Aquela do cachorro, sabe? 

A mesma que sempre gera polêmica, principalmente por conta das falas de Elon Musk. Na época, o nosso querido BK criou um biscoito para cães e, para “entrar no clima” de cachorros e de brincadeira, seria possível fazer o pagamento através de Dogecoin.

Inscreva-se na nossa newsletter!