Madero pede registro de IPO

O Madero busca levantar recursos para sua expansão e pagamento de dívidas
Madero-fachada

O empresário Durski Junior, fundador do Grupo Madero, anunciou ontem (5) que está se preparando para um baita de um IPO. A companhia é responsável pelas redes de restaurante Madero e Jeronimo Burger.

Vamos com calma, o que é IPO?

IPO em inglês significa Initial Public Offering, ou seja, oferta pública das ações. Basicamente é quando uma empresa abre as ações na bolsa de valores principalmente para levantar dinheiro de forma muito rápida para financiar sua expansão ainda mais. Afinal, para chegar ao estágio de IPO, a companhia já está em um estágio avançado.

Aqui na The Compass já cobrimos outros IPOs, se você se interessar pelo assunto.

Startup brasileira VTEX deve levantar mais de US$ 320 milhões em IPO

IPO da Raízen: reserva de ações termina hoje; veja se vale a pena

O IPO do Madero será coordenado por bancos como BTG Pactual, Bank of America, Bradesco BBI, Itaú e JP Morgan.

E esse dinheiro do IPO, vai pra onde? 

Segundo os executivos do Madero, as vendas já retornaram para níveis parecidos com antes da pandemia. Por conta disso, metade do dinheiro levantado com a oferta pública de ações será para expansão. 

A outra metade será para pagar as dívidas. E olha, não é uma dívida baixa não, são R$ 913 milhões!

Muito por causa dessa dívida, o grupo já encontrou dificuldades em fazer um IPO anteriormente, como já mostramos aqui: Madero prepara IPO, mas tem dúvidas

Sobre o Grupo Madero…

Madero tem sede no Paraná e tem 238 unidades pelo país. No ano de 2020, muito por conta da pandemia, as redes de restaurantes tiveram uma queda em sua receita líquida de 12% quando comparado a 2020, chegando a R$ 747 milhões.

Esse número pode parecer muito grande, mas quando comparados com os de custo de logística, distribuição e produção dos alimentos, 12% de perda da receita líquida é um número extremamente significativo.

Inscreva-se na nossa newsletter!