Início » Investimentos » Lucro trimestral da XP supera R$ 1 bilhão

Lucro trimestral da XP supera R$ 1 bilhão

Isso representa uma alta de 83% na comparação anual; outros números da XP também subiram
xp na nasdaq
Reprodução/Facebook XP Investimentos

A XP Inc. fechou o segundo trimestre do ano com lucro líquido ajustado de R$ 1,034 bilhão. Isso representa uma alta de 83% em relação ao mesmo período do ano passado, em que o lucro foi de R$ 565 milhões.

Já comparando ao primeiro trimestre de 2021, em que o lucro foi de R$ 846 milhões, o aumento foi de 22%.

O que é Lucro Líquido Ajustado?

Lucro ajustado é basicamente o lucro líquido da empresa, descontando suas reservas de lucro do período (a Reserva Legal, que guarda parte do patrimônio, e a de Contingências, que é voltada para imprevistos que possam ocorrer no futuro).

Segundo o sócio e CFO da XP, Bruno Constantino, o início da expansão em produtos e serviços do banking tornam o modelo de negócio da empresa ainda mais resiliente e diversificado.

A rentabilidade do negócio, de acordo com ele, continuará sendo reinvestida nos clientes com melhorias de experiência, tecnologia, mais produtos e serviços.

“Mais um trimestre recorde, com resultados financeiros sólidos e crescimento exponencial”, afirmou o CFO. 

A receita bruta também teve um salto de 57% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, batendo R$ 3,2 bilhões.

E o crescimento não parou por aí! 

O lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (também conhecidos como “Lajda” ou “Ebitda”, na sigla em inglês) também subiu para 1,25 bilhão no trimestre. O valor indica uma alta de 77% em relação aos cerca de R$ 700 milhões registrados no segundo trimestre de 2020.

Indicadores como Ebitda/Lajda e outros mais, você pode entender melhor em nosso artigo sobre análise fundamentalista, é só clicar aqui!

Já o NPS, Net Promoter Score (um indicador que analisa a satisfação dos clientes, basicamente) teve um aumento de 74 para 76 no mês de junho.

A empresa apontou que outro número que também subiu foi o de assessores autônomos da XP: um aumento de 165% em relação ao mesmo período do ano anterior e 31% sobre o semestre anterior. Em números, foram 1198 novos assessores.

Segundo o CEO da XP, Thiago Maffra, a evolução dos produtos e serviços do banking foi acelerada no segundo trimestre, em linha com o objetivo de endereçar a vida financeira do cliente de maneira completa. 

Ele ainda afirmou que o volume transacionado em cartão de crédito no segundo trimestre de 2021 foi quatro vezes maior do que o registrado no primeiro trimestre deste ano, ultrapassando a marca de R$ 2 bilhões.

“Isso demonstra a capacidade de cross sell de nossa plataforma, com forte aderência de nossos clientes à novos produtos e serviços oferecidos através do ecossistema XP",

afirmou o CEO
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp