Início » Negócios » Itaúsa tem lucro de R$ 2,6 bilhões no 3° trimestre, com alta de 35,4%

Itaúsa tem lucro de R$ 2,6 bilhões no 3° trimestre, com alta de 35,4%

A holding aproveitou para anunciar o pagamento de três proventos para 2022
Itaúsa tem lucro de R$ 2,6 bilhões no 3° trimestre, com alta de 35,4%
(Foto: Itausa/Divulgação)

A Itaúsa divulgou seus resultados referentes ao terceiro trimestre de 2021 e ficou acima das expectativas do mercado financeiro. A holding teve um lucro líquido recorrente de R$ 2,36 bilhões no período, o que indica um aumento de 35,4% na comparação anual.

O dado positivo refletiu os bons resultados operacionais das empresas investidas pela Itaúsa, especialmente o Itaú, além do crescimento das despesas em ritmo menor do que o da inflação, segundo a companhia. 

Se você não conhece esta gigante, a Itaúsa é a controladora de grandes empresas brasileiras, como Itaú Unibanco, Alpargatas, DexCo e Copagaz.

Outros indicadores

Além do lucro, o retorno sobre patrimônio líquido (ROE) recorrente da Itaúsa foi de 17,7%, com um crescimento de 6,5 pontos percentuais na comparação anual. Este indicador mostra a capacidade que uma empresa tem em gerar valor ao negócio e aos investidores com base nos recursos que ela possui. 

Além disso, o total de ativos pertencentes à Itaúsa somou R$ 70,712 bilhões, com avanço de 21,8% na comparação anual. Já o patrimônio líquido da empresa cresceu 14,9% e atingiu R$ 62,602 bilhões.

Por outro lado, o endividamento líquido também aumentou exponencialmente em meio às novas aquisições e mudanças estratégias da holding. O indicador saltou 1.584% na comparação anual e chegou a R$ 4,024 bilhões.

Pagamento de proventos

Em meio aos resultados otimistas, a Itaúsa aproveitou para anunciar três pagamentos de juros sobre capital próprio (JCP). Estes proventos são uma forma das empresas distribuírem o lucro entre os acionistas, sócios e titulares.

A primeira distribuição, depositada em 3 de janeiro, será de R$ 0,023 e valerá para os investidores que tiverem ações em 30 de novembro de 2021.

Já a segunda parcela, também de R$ 0,023, será paga em 1° de abril de 2022 para os que tiverem uma posição comprada em 13 de dezembro.

Por fim, o valor mais alto, de R$ 0,13 por ação, será pago em 29 de abril, com data de corte em 23 de novembro. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp