Elon Musk suspende negociação de compra do Twitter

O que de fato aconteceu para o bilionário paralisar as conversas?
Símbolo do twitter com a foto de Elon Musk atrás

Sexta-feira 13 à solta no Twitter ou nem o Elon Musk quer trabalhar no fim de semana?

Nesta sexta-feira (13), o CEO da Tesla anunciou que as negociações de compra do Twitter estão temporariamente suspensas. De acordo com o rei e futuro dono da rede social, ele está esperando por mais informações sobre as contas falsas dentro da plataforma. 

Contas falsas no Twitter? Como assim?

Sabe aquelas contas feitas, só para espiar a conta dos outros sem ser percebido? Ou mesmo aqueles bots construídos só para ficar comentando nos post? Tipo os que chegam aqui no perfil da The Compass.

A quantidade de contas fake no Twitter, é uma das grandes preocupações do bilionário, que pretende mudar bastante coisa dentro da plataforma. Musk mesmo já disse que quer derrubar os bots de spam e autenticar todos os humanos nas contas.

De acordo com o último relatório do Twitter, menos de 5% dos seus usuários seriam fakes, contudo, Musk quer ter certeza deste número antes de adquirir a empresa. 

Leia também:

O problema com as negociações com o Twitter

Parece besteira, paralisar uma compra muito significativa por conta de 5% da sua base de usuários. Contudo, tem alguns detalhes que vou explicar aqui para vocês. 

Há um tempo, o CEO da Tesla, havia afirmado que a remoção das contas falsas seria muito importante para o próprio valor da empresa. 

Isso quer dizer que, se o número não for exatamente esse que o bilionário espera, haverá uma tentativa de renegociar o valor de compra da rede social, visto que o número de usuários fakes vai alterar o valuation da empresa. 

Dessa forma, a existência dessas contas, podem baratear o preço do Twitter e com a sua exclusão, podem aumentar o próprio valor da empresa, após Musk assumir. É por isso que ele tem tanta preocupação com isso. 

O beco sem saída

No momento, as ações do Twitter estão em queda superior a 9%, por conta das últimas notícias sobre as negociações. Agora a rede social fica em um beco sem saída. 

Só sobram duas opções: renegociar o valor caso seja necessário, ou a queda pode ser ainda maior caso o acordo vá pelos ares. 

Inscreva-se na nossa newsletter!