Elon Musk não quer continuar com as negociações com o Twitter

Novas informações surgiram, desentendimentos começaram e o bilionário diz que não pode seguir adiante
Imagem de Elon Musk com o símbolo do Twitter atrás

O que acontece se juntarmos o bilionário mais polêmico com a rede social que ele usa para ser polêmico? Mais polêmica, é claro, e o fogo no parquinho está oficialmente instaurado. Vou contar tudo agora.

Depois de suspender as negociações da compra do Twitter na semana passada, Elon Musk, disse que as negociações não podem continuar até que divulguem os números sobre a quantidade de contas falsas. 

O contexto

Para quem ainda está em uma caverna, vou te contextualizar. Recentemente, Elon Musk decidiu comprar o Twitter por US$ 44 bilhões, coisa básica, mas as conversas paralisaram nesta questão de quantas contas fakes existem dentro do Twitter. 

Segundo a divulgação da empresa, este número ficaria bem abaixo de 5% de todos os usuários do Twitter. Contudo, o CEO da Tesla não parece estar convencido de que esse dado seja verdadeiro e solicitou provas. 

Por que isso é importante para Elon Musk?

Para nós, nada. Mas para quem está disposto a gastar, a quantia que “acabaria com a fome no mundo” (é meme galera), ele tem que contar bem cada centavo gasto. 

Tudo isso porque a quantidade de contas fakes no Twitter, tem relação direta com o valor da empresa. Imagine você comprando um salgadinho com muito mais ar do que o salgadinho de fato, você se sente roubado pela parte “fake”. É o mesmo pensamento.

O número real ainda não foi divulgado, mas o que o bilionário diz, é que essa parcela seria praticamente 20% da base de usuários, um resultado 4 vezes maior do que o divulgado para o mercado. 

Beco sem saída

Dessa forma, a questão é que o CEO do Twitter, Paraj Agrawal, disse que não pode divulgar o número, por ser algo confidencial. Paraj e Elon já discutiram na rede social em questão, que gerou até um emoji de 💩.

Porém, se não divulgarem este número, o acordo ou vai pelos ares, ou vai diminuir muito o valor da aquisição. Muitos investidores já venderam suas posições e semana passada as ações do Twitter caíram muito. Imagina se não concretizarem o acordo.

E ainda por cima, se forem divulgados e os resultados estiverem adulterados, ainda sofrerão consequências por mudarem este número. Eu não queria ser o CEO do Twitter agora. 

Inscreva-se na nossa newsletter!