Elon Musk não irá entrar para o conselho do Twitter

O que fez Elon Musk desistir da ideia de influenciar os rumos da plataforma? Confira aqui
Elon Musk, CEO da Tesla e maior acionista do Twitter

A expectativa para esse anúncio estava mais intensa do que para o paredão do BBB. Mas para frustração de todo mundo, Elon Musk vai continuar agitando o Twitter só pelas suas mensagens mesmo.

Na manhã desta segunda-feira (11), o CEO do Twitter, Parag Agrawal, anunciou que Elon Musk decidiu não entrar para o conselho de administração da empresa. 

Logo após esse comunicado ao mercado, as ações do Twitter caíram mais de 4% antes mesmo de abrir o mercado, na bolsa da Nasdaq em Nova Iorque. 

Por que Elon Musk desistiu da ideia?

Aparentemente, até o próprio presidente da empresa foi pego de surpresa. Agrawal disse em um tuíte que estava animado em trabalhar com Elon Musk, mas que sabia do risco de não se concretizar. 

Em sua mensagem, o CEO não entrou em detalhes sobre o porquê Musk tinha decidido não participar do conselho. Mas deixou claro que as portas estão abertas para possíveis conselhos do CEO da Tesla.

Contudo, segundo o documento da SEC (Securities Exchange Comission), equivalente à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, o intuito da compra de 9,2% da companhia foi meramente por investimento.

Isso quer dizer que, desde o início, Musk não estava pensando em assumir o controle da empresa, muito menos interferir nas decisões da gestão do negócio.

O detalhe da decisão de ELon Musk sobre o Twitter

Apesar de não participar do conselho, Elon Musk não está impedido de comprar mais de 14,9% da empresa, uma restrição para quem é membro do conselho de administração.

Além disso, ele conseguiria “reservar o direito de alterar seus planos a qualquer momento”, e a “relativa atratividade de negócios alternativos e oportunidades de investimento”.

Mas a polêmica continua

Mesmo após se tornar o maior acionista da empresa, Musk voltou a criticar a empresa, perguntando aos seus seguidores se a rede estava morrendo. E depois, ainda demonstrou a sua insatisfação com a criação do Twitter Blue, o serviço pago da plataforma.

Bom, ainda não há certezas sobre os planos de Elon Musk, mas sempre tem algo por trás das ideias do bilionário.

E para você não perder nada do que acontece, é só se inscrever na nossa newsletter e receber, mastigado, tudo o que você precisa saber.

Inscreva-se na nossa newsletter!