Elon Musk declara que Tesla deve voltar a aceitar Bitcoin

De novo com essa história, Elon?
Elon-Musk-explicando-como-conheceu-o-Bitcoin

Ontem o mundo parou para ouvir Elon Musk falar sobre criptomoedas. Todo mundo estava de olho nas pérolas que o bilionário poderia soltar e quais iriam ser as consequências das falas dele.

Além de Musk, o CEO do Twitter, Jack Dorsey, também estava presente na conferência, que foi chamada de B Word em referência ao bitcoin.

As expectativas estavam muito altas e muitas criptomoedas subiram antes mesmo da conferência começar: o bitcoin voltou aos US$30 mil mesmo após o evento.

Um dos destaques da B Word foi a declaração de Musk de que a Tesla deve voltar a aceitar bitcoin como forma de pagamento dos seus carros. Isso deve ocorrer assim que pelo menos 50% da mineração da criptomoeda ocorrer através de energia renovável.

Em maio de 2021, Elon declarou que a empresa iria parar de aceitar bitcoin como pagamento pelos carros por conta do impacto ambiental da criptomoeda. Esse movimento foi visto por muita gente do mercado como muito “espertinho”.

Sobre os investimentos em cripto

Além de algumas perguntas sobre a Tesla, todo mundo estava ansioso para ouvir comentários do CEO da empresa sobre investimentos em cripto e, logo em seguida, ver a galera enlouquecida no Twitter.

Afinal, o mercado possivelmente iria derreter ou subir, dependendo das falas do bilionário. 

Isso porque diversas vezes após declarações de Musk, criptomoedas como dogecoin — isso mesmo, aquela lá do cachorro — e o próprio bitcoin despencam ou sobem extremamente rápido por conta dos comentários dele.

Como esperado, o bilionário citou na conferência que tem três ativos em cripto que ele considera relevantes, sendo eles: bitcoin, ethereum e a famosa (e polêmica) dogecoin.

Vai ser interessante vermos os próximos dias das criptos após essa conferência.

Inscreva-se na nossa newsletter!