Cofundador do Facebook se torna brasileiro mais rico do mundo

Eduardo Saverin ultrapassou Jorge Paulo Lemann no ranking da Forbes
Foto de Eduardo Saverin

O cofundador do Facebook, Eduardo Saverin, se tornou o brasileiro mais rico do mundo, de acordo com o ranking de bilionários da revista Forbes. Com um patrimônio estimado em US$ 19,4 bilhões (cerca de R$ 101 bilhões, na cotação atual), o executivo ultrapassou Jorge Paulo Lemann, sócio da AB InBev e da 3G Capital. 

O bilionário que agora carrega o título de brasileiro mais rico do mundo tem somente 39 anos e aparece na 95ª posição no ranking que considera as maiores fortunas de todo o planeta. Por outro lado, aos 81 anos, Lemann ocupa a 98ª colocação, com uma fortuna de cerca de US$ 19 bilhões. 

O que levou Saverin a se tornar o brasileiro mais rico do mundo? 

O executivo, que nasceu em São Paulo, em 1982, se mudou para os Estados Unidos na década de 1990. Lá, Saverin foi colega de classe de Mark Zuckerberg, atual presidente executivo do Facebook, na Universidade de Havard.

Juntos, os bilionários formaram a rede social ainda durante a universidade, ao lado de mais três colegas. No entanto, a história não acabou de forma tão pacífica.

O brasileiro teve seu nome retirado da lista de fundadores do site e precisou recorrer à Justiça para conquistar uma participação minoritária de 5% da empresa, que atualmente possui um valor de mercado de US$ 1,006 trilhão. 

Além da fortuna oriunda do sucesso do Facebook, Saverin é o fundador, ao lado do economista Raj Ganguly, da B Capital. Por meio de um fundo de US$ 1,9 bilhão, o grupo foi criado, em 2015, para conectar o mundo corporativo com startups em estágio inicial que são consideradas de alto nível por Saverin. 

Inscreva-se na nossa newsletter!