Início » Negócios » Burger King irá aceitar Dogecoin como pagamento

Burger King irá aceitar Dogecoin como pagamento

Burger King e Dogecoin: que rolê aleatório, ein?!
Cachorro-dogecoin-mordendo-burger-king

E esse rolê aleatório aí? Burger King em collab com Dogecoin.

A rede de fast food Burger King anunciou ontem (26) que vai começar a aceitar a polêmica criptomoeda do Dogecoin na hora de comprar os Dogppers, biscoitos para cachorros lançados por eles.

Essa ação de marketing envolvendo a criptomoeda não é a primeira. Nesta semana, a marca de desodorantes Axe lançou um desodorante com o tema da Dogecoin. Isso sim é rolê aleatório, né?

Caso você não saiba, Dogecoin é uma criptomoeda “meme” que ganhou um hype tão grande que chegou a se tornar a sexta maior criptomoeda do mundo.

Por que é conhecida por ser uma moeda “meme”?

A Dogecoin tem como símbolo um cachorro muito famoso: o “cachorro assustado” da raça Shiba Inu, que foi considerado por diversos portais de memes como o “meme da década”. 

Então, dois programadores chamados Billy Markus e Jackson Palmer decidiram criar uma criptomoeda com o cachorro assustado como tema. 

Inesperadamente ou não, muitos famosos gostaram da proposta e decidiram “divulgar” essa moeda, incluindo o famoso e polêmico Elon Musk.

Exatamente por ser tratada como um “meme”, boa parte do mercado não gosta e critica a Dogecoin. Além disso, as empresas querem usar deste hype para surfar a onda da criptomoeda e se tornarem alvos de comentários.

No caso do Burger King e da Ace, as duas marcas utilizaram isso em favor delas. Não é à toa que nós estamos aqui falando delas, por exemplo hehe.

Com campanhas assim, o marketing se torna orgânico. Afinal, muitas pessoas irão gostar, enquanto outras não, o que faz com que a campanha seja falada de pessoa para pessoa e ganhe mais e mais alcance.

Inteligentes, né?

Tô pensando em vender pack do rosto do Adm em Dogecoin, será que vinga? 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp