Brasil tem volume recorde de IPOs e alcança R$ 57 bi em 2021

Mercado aquecido, IPOs a todo o vapor!
ipo na b3

O volume de IPOs aqui no Brasil já bateu recorde neste ano, atingindo a marca de R$ 57 bilhões – isso que ainda é agosto!

Adm Explica

IPO significa Initial Public Offering, ou seja, oferta pública inicial, que é quando uma empresa abre seu capital e passa a ter suas ações negociadas na bolsa de valores.

A quase um semestre do fim do ano, as aberturas de capital das empresas brasileiras já estão com tudo. Segundo a Bloomberg, o capital levantado nesses IPOs foi de cerca de R$ 57 bilhões. Isso se deve, também, aos juros baixos que levam os investidores a buscarem alternativas de investimentos com maior retorno.

Recapitulando: os juros determinam os rendimentos de vários tipos de investimentos também, especialmente aqueles do campo da renda fixa. Por isso os investidores buscam outras alternativas, como mencionado acima.

Vale lembrar que os juros são mecanismos utilizados pelo Banco Central para controlar a inflação. Juros baixos são uma tentativa de estimular o consumo, movimentando a economia, assim como os juros altos buscam conter o consumo para regular a inflação. 

A Selic, nossa taxa básica de juros, é protagonista nessa história. Aprenda mais sobre ela em nosso artigo do tema clicando aqui.

Sobre os IPOs, a última vez em que um valor próximo a esse foi atingido foi em 2007, com R$ 53,6 bilhões com 60 empresas no jogo.

O maior IPO da América Latina em 2021 foi o da Raízen, que noticiamos aqui recentemente. As ações começarão a ser negociadas nesta quinta-feira.

Um rebalanceamento significativo de carteira para uma crescente exposição às ações em vez de outras classes de ativos foi resultado dessas taxas de juros historicamente baixas, segundo o codiretor da área de banco de investimentos do Goldman Sachs Brasil, Ricardo Bellissi.

“Perspectivas de retomada da atividade econômica após a significativa contração decorrente da covid também têm sido um fator importante“

afirmou Ricardo.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o volume de IPOs ultrapassou os 400% de aumento até este mês. Nos EUA, ainda segundo a Bloomberg, a mesma comparação temporal indica um aumento de 110% das empresas de lá.

Um motivos também é o fortalecimento da indústria local de gestão de recursos aqui no Brasil, com fundos brasileiros obtendo um papel mais protagonista no mercado de IPOs, segundo o diretor de banco global corporativo do Itaú.

Ao mesmo tempo, existem mais de 20 empresas na fila para a abertura de capital.

Inscreva-se na nossa newsletter!