Binance acerta compra de corretora de investimentos brasileira

Só falta a aprovação do Banco Central
aplicativo da Binance

Quem tem dó é piano, a Binance quer mais é passar o rodo. Empresa anuncia planos para comprar corretora de investimentos brasileira. Os valores ainda não foram divulgados. 

Que corretora a Binance comprou?

A corretora de Changpeng Zhao, Binance, anunciou hoje, através de um memorando de entendimento, que é o mesmo que um acordo entre duas empresas, a compra da famosa corretora de investimentos, Sim;Paul. 

Na verdade, não tão famosa, já que a empresa foi criada em 2020, porém, vem enfrentando dificuldades para ganhar espaço no mercado, frente a XP e a BTG Pactual. 

Ou seja, a ‘póbi’ está apanhando mesmo, visto que já chegou a ter R$3bilhões sob custódia, mas em janeiro a empresa vendeu a carteira de clientes que somavam juntos R$1,2 bi. 

Ainda, a cerca de um mês, vendeu seu time de nerds da tecnologia para a corretora Warren. 

Ué! Por que a Binance está interessada em uma corretora assim?

Vocês gostam de uma fofoca? Porque aí vai uma. 

As corretoras nacionais como o Mercado Bitcoin e Foxbit andam inflamadas com a Binance. 

Isso porque, de acordo com essas empresas, a corretora chinesa estaria funcionando às margens da regulação brasileira. 

É quase como dizer: “Ah, a Binance chega aqui pagando de gatinha e não tem nem escritório no Brasil”. Ao que o CEO da empresa responde: “Hm, é mesmo?”. Problema resolvido então. 

Desta forma, ao comprar uma corretora brasileira, a empresa de Zhao estaria estabelecendo seu espaço na nossa terra, em uma demonstração de que está absolutamente disposta a obedecer qualquer regulamentação que vier. 

Contudo, oficialmente a justificativa é apenas o interesse em ampliar a adoção de criptos no mundo todo. 

Deixa a fofoca em Off. 

E o que falta para a compra ser fechada?

Para a aquisição final resta a aprovação de algumas autoridades reguladoras brasileiras, tais como o Banco Central do Brasil e a CVM, Comissão de Valores Mobiliários. 

Os valores da comprinha não foram divulgados, mas o fundador da Binance, Changpeng, está no Brasil essa semana para um evento sobre crypto que acontece lá no Rio até o dia 20 deste mês.  

Talvez até lá saibamos quantos dólares o sr. Zhao gastou nessa negociação.

Inscreva-se na nossa newsletter!