Início » Negócios » BC aprova cisão do Itaú na XP

BC aprova cisão do Itaú na XP

Agora as ações da XP irão do Itaú para a XPart. Que confusão!
fachada-do-banco-itaú
Reprodução/Itaú

Hoje de manhã, o Banco Central oficializou a cisão da participação do Itaú Unibanco na XP Inc., criada por Guilherme Benchimol.

A história é a seguinte: as ações da XP Inc., que pertenciam ao Itaú Unibanco, irão para uma nova empresa chamada XPart. A companhia consiste em uma nova empreitada do Itaú com sede nos Estados Unidos, mas que na prática não pertence ao conglomerado do banco.

Para entender melhor, vamos voltar um pouco no tempo. Em 2018, o BC aprovou a compra de 49,9% do capital social da XP pelo Itaú Unibanco. No entanto, o casamento entre as duas empresas começou a ficar abalado no final do ano passado, quando o Itaú anunciou que estava estudando formas de sair da corretora.

Portanto, com a nova dinâmica, as ações da XP que foram compradas pelo Itaú Unibanco foram repassadas para esta nova empresa, que pertence ao mesmo grupo econômico do banco, mas não do mesmo conglomerado.

Segundo o Banco Central, essa movimentação não oferece riscos de concorrência para o mercado financeiro brasileiro. Mesmo assim, o BC afirmou que irá permanecer vigilante quanto aos efeitos de concorrência vindos dessa movimentação.

Vale a leitura: Como e onde investir com pouco dinheiro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp