Início » Negócios » Banco Inter anuncia migração para bolsa de valores dos EUA

Banco Inter anuncia migração para bolsa de valores dos EUA

Rumo à Nasdaq! Em alguns meses, os investidores só poderão comprar BDRs do Inter no Brasil
Banco Inter reverte prejuízo e lucra R$ 19,2 mi no 3º trimestre
(Foto: Divulgação/Banco Inter)

O Banco Inter anunciou nesta quinta (7) uma grande mudança em sua reorganização societária. Como resultado, as ações do banco digital passarão a ser negociadas na bolsa de valores dos Estados Unidos.

Aqui no Brasil, os investidores poderão comprar apenas BDRs (Brazilian Depositary Receipts) do Inter na bolsa. Basicamente, esses ativos são certificados que representam ações emitidas em outros países.

A expectativa é que as ações do Inter sejam negociadas na Nasdaq, bolsa de valores norte-americana conhecida por reunir empresas de tecnologia. Além do Inter, a XP Inc. também opera neste mesmo mercado de ações e, conforme informações do portal NeoFeed, os executivos do banco digital estão estudando o caso da corretora.

Como funcionará a migração?

A ideia do Banco Inter é que todas as ações da instituição sejam incorporadas pela Inter Holding Financeira e, em seguida, pela Inter Platform, com sede em Cayman.

Para realizar a operação, a instituição contratou gigantes do mercado financeiro:

  • Bank of America;
  • Bradesco BBI;
  • JP Morgan;
  • e Itaú BBA.

Na prática, a ideia é migrar para um mercado onde os investidores estão mais acostumados com ações de companhias digitais, como é o caso do Inter. Além disso, vale lembrar que o banco está de olho no exterior e pretende se tornar uma alternativa de instituição financeira para brasileiros que vivem nos EUA.

Como ficam os acionistas?

A reorganização prevê que os acionistas do Inter recebam BDRs na mesma proporção que detém em ações hoje em dia.

Tecnicamente, essa mudança não traz grandes alterações aos direitos econômicos, mas muda o poder de influência dos grandes investidores nas futuras assembleias do banco.

Há ainda uma segunda opção para quem não topar essa proposta: receber sua parte em dinheiro. Entretanto, o Inter ainda está elaborando os documentos sobre o reembolso e a distribuição de BDRs, que precisarão ser aprovados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Além disso, os acionistas poderão, obviamente, optar por comprar as ações do banco nos EUA. Para quem tem interesse nesta opção, receber a parte em dinheiro pode ser melhor, já que é possível reinvestir a quantia em uma corretora norte-americana depois.

Para te ajudar nisso, confira o nosso artigo sobre “Investir no exterior: saiba como investir fora morando no Brasil“.

Quando essa mudança entra em vigor?

Por conta de todas as questões burocráticas, ainda não se sabe quando as ações do Inter começarão a ser negociadas nos EUA, embora o processo já esteja em andamento.

Porém, mesmo depois da migração, o banco informou que pretende manter o registro de companhia aberta no Brasil por ao menos 12 meses.

Comentário do Adm

Banco Inter está que nem aquele amigo querido que vai fazer intercâmbio: fazendo muita gente chorar, enquanto outros cogitam ir junto ao exterior hehe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp