Azul terá linha de carros aéreos para viagens curtas no Brasil

O prazo é 2025, em parceria com a alemã Lilium. Alô, Embraer?
evtol - lilium - veiculo eletrico

A Azul Linhas Aéreas (AZUL4) anunciou que planeja ter carros elétricos voadores em um futuro próximo.  De acordo com a empresa, o plano é poder transportar passageiros pelas cidades em aeronaves elétricas já em 2025.    

A estratégia é em conjunto com a startup alemã Lilium, com a qual a empresa está em vias de assinar um acordo de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,2 bilhões), prevendo que a frota seja composta por 220 veículos.

A Lilium é uma promissora fabricante de aeronaves chamadas eVTOL, que é sigla em inglês para Veículos Elétricos de Pouso e Decolagem Vertical – o famoso “carro voador”.

Quem lembra dos carros voadores da Embraer? A Azul não é a primeira a anunciar algo do tipo. Há poucos meses, a Embraer também anunciou que construirá os seus em parceria com a startup Eve.

Ainda sobre os projetos da Azul com a Lilium, os planos são conectar centros econômicos, regiões metropolitanas, cidades-alvo de turismo, condomínios e aeroportos.

Além disso, a empresa afirmou que a agenda ESG também será apoiada pelo plano. Isso porque a medida vai considerar a redução das emissões de poluentes, em prol de melhorar o desenvolvimento social e econômico no país, com aeronaves 100% elétricas e com emissão zero de carbono.

O que é ESG?

ESG é sigla para “Environmental, Social, Governance” e isso se refere às questões de meio ambiente, sociais e de governança corporativa dentro de uma empresa ou um ambiente, um grupo de pessoas. Quando se fala de agenda ESG, o objetivo é nutrir práticas voltada para essas questões.

Segundo as informações divulgadas pelas empresas, a aeronave da Lilium sai na frente de alguns concorrentes: ela possui cabine para seis passageiros, enquanto que as outras empresas desenham projetos geralmente previstos para quatro.

Outro fator é a autonomia: ela deverá poder voar até 250 quilômetros – mais do que a média das concorrentes, que costuma ser menor.

Inscreva-se na nossa newsletter!