Assessorias se recusam a oferecer CRA do Madero

Agentes enxergam riscos nos papéis da empresa
hamburguer do Madero

Qual foi o melhor hambúrguer que você já comeu? O Madero defende sua comida, mas sua dívida está azedando os negócios. Além disso, assessorias estão se recusando a oferecer o CRA do grupo para os seus clientes por conta dos riscos. 

Não entendi nada! O que é CRA? 

O Certificado de Recebimento do Agronegócio, CRA, é um título de renda fixa, ou seja, é um papel de dívida de uma empresa que o investidor compra. Ao fazer essa compra o investidor está emprestando dinheiro para ser pago lá na frente com juros. 

Em outras palavras, emitir um CRA é uma das maneiras que um grupo ou companhia tem para levantar dinheiro. E olha, o Madero está precisando com força de uma graninha, já que os credores estão quase derrubando a porta no chute. 

Atualmente, a dívida do grupo Madero está em R$1,018 bilhão. 

E por que não estão querendo oferecer os títulos do Madero?

As corretoras de investimentos até oferecem os papéis de CRA do Madero, o problema são as assessorias que fazem recomendações para os seus clientes. Essas danadas não estão incluindo os títulos da empresa na listinha dos seus assessorados. 

Será que eles preferem McDonald’s?

A princípio, a justificativa é quanto a baixa taxa de retorno, que quer dizer aquilo que o comprador daquele título vai ganhar emprestando dinheiro para o Madero. 

Segundo os agentes autônomos, os analistas que fazem a assessoria, o risco que o cliente vai correr adquirindo aquele papel é maior que o rendimento que ele pode gerar. Isso por conta do tamanho da dívida da empresa. 

Então, quando um infeliz que estudou feito um condenado para prestar auxílio aos seus clientes diz que um determinado título não vale a pena, aí a água começa a bater no ‘bumbum’ da companhia e vem o desespero. 

E agora? Como o Madero vai pagar essa dívida? 

A empresa que pretende levantar R$500 milhões com esses papeizinhos, com posterior emissão de mais CRA, através de securitizadoras, que são as responsáveis por emitir o título, vai ter que fritar muito hambúrguer nos próximos meses. 

Contudo, vale ressaltar que o retorno dos negócios após o longo período de pandemia pode levantar a moral do Madero novamente. 

Assim, quem sabe como isso os analistas voltem a recomendar os pedacinhos da auto denominada melhor hamburgueria do mundo. Convencida ela. 

Inscreva-se na nossa newsletter!