Arnault passa Bezos e assume posto de mais rico do mundo

Jeff-Bezos-and-Arnault

Como foi seu final de semana? Esse final de semana não foi muito bom para o Jeff Bezos não. Após ter meio que se “aposentado” do cargo de CEO da Amazon as coisas não aliviaram não…

Na sexta-feira as ações da Amazon fecharam o pregão em baixa de 7%, fazendo com que Bezos perdesse US$14 bilhões em patrimônio em apenas um dia. Não que esse dinheiro vá fazer falta para ele, mas US$14 bilhões são US$14 bilhões.

Por que as ações caíram? 

A Amazon foi uma das empresas que mais cresceu e foi beneficiada durante a pandemia, especialmente por conta do e-commerce nos Estados Unidos e pelo serviço de computação em nuvem deles, a Amazon Web Services que fornece infraestrutura digital para hospedagem de aplicativos e sites, machine learning, etc. Além disso, o serviço de streaming no Amazon Prime Video foi um grande recurso que fortaleceu a empresa desde o início da pandemia. 

Com essa constante de crescimento, o mercado estava apostando que o crescimento da empresa de Bezos ia continuar constante, apostando alto que as ações iriam continuar valorizando já que a companhia não parava de expandir e se consolidar em diferentes setores. 

Mas o que ninguém esperava era que as ações já estivessem muito “overpriced”, muito infladas. Com o “final da pandemia” em países de primeiro mundo por conta da vacinação, a Amazon não cresceu tanto quanto era esperado principalmente em vendas no e-commerce. Nos demonstrativos financeiros anteriores, a Amazon estava demonstrando um crescimento de 40% em vendas, porém com a diminuição de vendas no e-commerce o crescimento caiu para 27%.

Sabe quando alguém é tão incrível e entrega tanto resultado que meio que vira rotina quando faz algo espetacular? Exatamente isso que está acontecendo, as vendas cresceram  27% mas mesmo assim não é suficiente para manter as ações lá em cima.

Qual foi o resultado?

Com a queda das ações e a perda de US$14 bilhões em patrimônio, Bezos perdeu o humilde posto da pessoa mais rica do mundo sendo ultrapassado por Bernard Arnault, dono da holding de artigos de luxo LVMH. 

Inscreva-se na nossa newsletter!