AliExpress abre plataforma para vendedores brasileiros

O consumidor digital brasileiro está cada vez mais concorrido
aliexpress

O maior shopping virtual do planeta agora abriu a plataforma para que vendedores brasileiros também possam estar ali presentes.

A comissão cobrada, segundo o que foi divulgado, será de 5 a 8%, a depender do produto ou setor – menor do que as concorrentes, que estão na faixa dos 11% aos 19%. O frete deverá ser gratuito em compras de R$50 reais ou mais.

Para o cadastro, basta que o vendedor tenha CNPJ ou MEI. Os pagamentos trabalhados serão o AliPay e o Pix, além de a empresa ter parcerias com a Stone e com o Banco BTG.

Sendo o primeiro país das américas e sexto do mundo, o Brasil se prepara para esse passo. A concorrência das varejistas com marketplaces por aqui é acirrada e quem ganha com isso também somos nós, consumidores.

A plataforma já foi aberta para vendedores locais na Espanha, França, Itália, Rússia e Turquia.

O cadastramento por aqui já está rolando há 3 semanas e a empresa afirma já ter milhares de vendedores, segundo o chefe de vendas da AliExpress no Brasil.

Alguns dos desafios, pensando em experiência do cliente, são os centros de distribuição. A empresa tem planos de abrir centros de distribuição.

Isso porque querem agilizar também o tempo de entrega: o grupo já investiu em frotas de voos semanais para colocar 12 dias de prazo. Antes, eram meses!

Inscreva-se na nossa newsletter!