Adidas vende Reebok por US$2,5 bilhões

Alguém ainda lembrava da Reebok?
adidas-reebok-background

Alguém ainda lembrava da Reebok? Se você, assim como o Adm é um dos milhares que viram a marca se perder no tempo, essa é para você.

A Reebok foi comprada em 2006 pela Adidas por US$3,8 bilhões com o objetivo de fazer frente a poderosíssima Nike, mas como vocês podem ver, pelo jeito não deu muito bom. 15 anos depois da aquisição da Reebok, ela está sendo vendida por US$1,3 bilhões a menos do valor de compra.

Quem comprou a marca da Adidas foi a Authentic Brands, uma empresa americana de gestão de marcas que por mais que não esteja tanto diretamente nos holofotes tem participação na Forever 21 e na revista de esportes Sports Illustrated. 

Mas, por que a Adidas quis vender a Reebok após 15 anos? 

Quando a Adidas comprou a Reebok lá em 2006, o objetivo era realmente bater de frente com a Nike principalmente no mercado americano, isso porque a Reebok tinha contrato com a NBA, liga de basquete americana e com a NFL, liga de futebol americano.

Pô, deals desse tamanho, em ligas bilionárias enchem o olho de qualquer empresa que quer entrar com os dois pés na porta no mercado esportivo. Então, lá na época realmente parecia um negócio muito bom. 

Mas você sabe como é, já diriam os Faria Limers: Rentabilidade passada não é promessa de rentabilidade futura.

Sabe quando você compra uma parada na Internet que parece que vai mudar sua vida, mas chega na hora não é tudo aquilo? Foi exatamente assim com a Reebok, em declarações a marca foi considerada com um “desempenho inferior crônico”.

Lá quando a Reebok foi comprada, as vendas da marca representavam mais de 10% das vendas de calçados esportivos nos EUA, para hoje representar apenas 1%, muito tenso.

Você também pode curtir: Senado aprova proposta para ampliar receita de MEI para R$ 130 mil

Inscreva-se na nossa newsletter!