5 dicas de vendas essenciais para alcançar o sucesso!

Ilustração de Pessoas conversando em mesa - Dicas de vendas

Não tem para onde fugir. Se você deseja alcançar sucesso profissional e pessoal, precisa aprender melhor sobre como vender, com nossas dicas de vendas.

“Que venda o que, adm, vou vender o que, a minha conta de luz?!”

A verdade é que muitos ainda têm uma visão de vendedor como sendo aquela pessoa da loja de roupas que não para de te seguir ou a que oferece planos de celular e te liga o dia inteiro.

Porém, essa visão não poderia estar mais longe da realidade. Todos nós somos vendedores e vendemos constantemente durante nossas vidas. 

Seja na hora de dar uma opinião, seja para convencer os amigos a sair, seja para passar em uma entrevista de emprego, seja para flertar, as vendas fazem parte do nosso cotidiano.

E se você aprende a vender melhor, pode ter certeza que terá mais facilidade para, bom…Tudo! Desde escolher um lugar para jantar até aquela música que você quer muito que toque em um rolê.

Pensando nisso, trouxe 5 dicas de vendas práticas e essenciais, bora lá?

5 dicas de vendas práticas

1. Escuta

Sabe quando você nem quer um produto ou serviço mas o vendedor não para de falar de suas vantagens?

  • Esses vendedores violam uma regra importantíssima das vendas: se você quer ser escutado, saiba escutar.

Trazendo para um exemplo mais prático, você pode ter uma ideia genial, a melhor do mundo mesmo. 

Se na hora de propor essa ideia você não parar de falar sobre como ela é maravilhosa, dificilmente as pessoas ficarão convencidas de que ela é boa.

Isso porque um bom vendedor não vende, ele faz com que as pessoas comprem. Tem uma diferença fundamental aí:

Consumidores querem resolver os seus problemas da vida e sentir que tem autonomia, não que alguém forçou um produto ou serviço a eles. 

“E o que isso tem a ver com escutar?”

Escutar é o primeiro passo para entender os problemas que a pessoa está enfrentando e identificar pontos em que seu produto ou serviço pode ajudar.

Assim, a pessoa para a qual está vendendo vai sentir duas coisas:

  • Satisfação por ser escutada de verdade;
  • Sensação de estar no controle da compra, pois você não mencionou o produto de cara, mas entendeu as dificuldades da pessoa, para então propor uma possível solução. Ou seja, ao invés de gritar a solução, você deu o controle da situação para o consumidor, que gritou o problema antes, deixando-o mais à vontade e com a sensação de que a decisão de compra foi dele.

2. Interesse genuíno

Durante e após a escuta, lembre-se de ter um interesse genuíno em resolver os problemas da pessoa. Se ela achar que você não está prestando atenção ou que só quer vender algo, você pode ser facilmente ser rejeitado.

O mínimo que você deve fazer em uma conversa é demonstrar interesse pelo que a pessoa está falando e prestar atenção em cada fala dela.

Isso porque cada informação é relevante para apresentar sua solução depois e a lisonja da atenção total é algo que faz a maioria das pessoas se sentir bem.

3. Entusiasmo

Como você quer convencer uma pessoa a fazer algo se nem você parece acreditar naquilo?

Eu sei…Tem pessoas que simplesmente não são super sorridentes e enérgicas o tempo inteiro. Mas, vale pelo menos um pouco de esforço para demonstrar entusiasmo com as próprias ideias. 

Esse entusiasmo costuma ser contagiante e pode deixar a outra pessoas mais contente e empolgada para receber sua proposta!

Claro, você não precisa chegar na pessoa saltando e gritando horrores, mas pode ter uma abordagem mais contagiante. 

  • Lembre-se: você pode pegar a pessoa desprevenida ou em um dia ruim. Portanto, o bom humor da sua parte é essencial, até para quebrar o gelo.

4. Honestidade

Ninguém compra de quem não confia – com exceções. A honestidade, portanto, é essencial na troca com a outra parte.

Se você está em uma entrevista de emprego, por exemplo, e começar a falar de suas qualidades, tente trazer exemplos práticos, que ajudem a comprovar que aquilo que diz é verdadeiro.

  • Não só fale de coisas boas, mas também de desafios que superou durante a carreira ou vida e dificuldades pelas quais passou. 

Essas falas transmitem honestidade, o que incentiva as pessoas a confiarem mais no que você diz.

5. Estudo

Estudar a pessoa ou empresa para a qual você pretende vender algo ou “se vender” é essencial!

Poucos gostam da abordagem de desconhecidos totais, ainda mais se esses desconhecidos querem “tirar o seu dinheiro”.

Para minimizar o risco de rejeição, é importante estudar bem a pessoa ou empresa antes da abordagem. 

Dessa forma, você consegue encontrar pontos úteis para iniciar uma conversa e falar sobre o que a pessoa gosta. Portanto, o estudo é essencial para dar um senso familiar e de amizade.

E aí, curtiu? Aproveite para dar uma olhada em nosso artigo com 5 dicas para vencer a preguiça, uma das grandes inimigas do sucesso!

Inscreva-se na nossa newsletter!