XP e Rico criam fundo para investir em empresas que lutam contra Covid-19

O fundo criado pela XP com a Rico replica um ETF da Nasdaq, em Nova York
XP-ou-rico

O tipo de notícia que nos faz acreditar na humanidade ainda mais! As casas de investimento XP e Rico lançaram nesta quinta (29) um fundo voltado para biologia e tecnologia chamado Trend Biotecnologia. 

O fundo exige um investimento mínimo de R$100 reais e replica um ETF da NASDAQ (bolsa de valores de Nova York) que agrupa empresas de biotecnologia, incluindo até nossas queridas produtoras de vacina, como Astrazeneca, Moderna e Pfizer. 

Mas Adm, pera aí! O que é ETF?

ETF é a sigla para Exchange Trade Funds e funciona como um “condomínio de investimento”. Vários investidores depositam um montante no ETF – nesse caso da XP, na Trend Biotecnologia – e essas casas de investimentos aplicam o dinheiro levantado dos investidores em empresas do segmento de biotecnologia. 

Então, através desse fundo você estará indiretamente ajudando e financiando a produção das vacinas, por exemplo, ou desenvolvendo novas tecnologias para tratar doenças. Afinal, você se tornará investidor de empresas desse ramo. 

Surreal né? Além de estar investindo seu dinheiro, você está ajudando empresas que irão contribuir para a saúde das pessoas. Por exemplo, algumas empresas distribuídas nesse ETF têm iniciativas fortes para lutar contra o câncer e contra o Alzheimer.

 Caso você se interesse, temos aqui na The Compass um artigo completíssimo sobre fundos internacionais.

Aqui no Brasil, este ETF de biotecnologia demonstra uma atenção do mercado para esse segmento. Na NASDAQ, são 117 empresas de biotecnologia listadas com valor de mercado acima de US$1 bilhão. Para efeito de comparação, aqui no Brasil apenas quatro empresas desse ramo tem valor de mercado acima de US$1 bilhão.

Mercado em expansão tem muita oportunidade… Vamos ficar de olho!

Inscreva-se na nossa newsletter!