Transição para economia verde: ETF de empresas globais engajadas nesse tema estreia na B3

Tesla tem a maior posição dentre as 50 empresas que compõem o fundo de investimentos
Mãos com luvas segurando o planeta terra com uma planta no seu topo

Questões ambientais são uma tendência natural. Não tem como fugir! E a Tesla, como sempre, um destaque. Mas antes da notícia propriamente:

Adm Explica

ETF é a sigla para Exchange Traded Funds, ETFs são basicamente fundos que replicam índices do mercado (como por exemplo o ETF da nossa bolsa de valores que replica o índice Ibovespa é o BOVA11). 

Um índice do mercado, por sua vez, é basicamente um indicador que aponta o desempenho de um grupo de ações com alguma característica em comum (geralmente algum setor da economia, por exemplo, ou alguma tendência que os associe).

E amanhã (15) será lançado um ETF com o objetivo de replicar parte de um índice que mede o desempenho de ações de alta capitalização negociadas nas bolsas dos EUA, selecionando as 50 que tenham as maiores porcentagens de receitas vindas de atividades consideradas verdes.🌱

O código será REVE11, o fundo é da Itaú Asset e o índice referenciado é o “Russell 1000 Green Revenue 50”. A Tesla representa 10,6% das posições e empresas do setor de utilidades públicas também marcam presença.

As empresas engajadas nessa transição para uma economia verde, segundo a provedora internacional FTSE Russel, são as presentes neste índice e o nome do novo ETF brasileiro será o “It now Russel 1000 Green Revenues 50 Fundo de Índice”.

O setor de telecomunicações se fez presente com a Cisco Systems, além do setor de saúde com Danaher Corp e o setor de utilidades públicas com a presença de Waste Mgmt Inc. Todas com participações de peso, segundo o que foi publicado.

O índice de referência foi lançado em fevereiro deste ano, mas já possui uma base histórica de dados de mais de 4 anos. Houve valorização de 13,6% no primeiro semestre deste ano em dólar e as projeções de valorização são altas: em 1 ano, a expectativa é de 69% e em três, 123,1% segundo o Info Money. 

Nossa bolsa de valores, a B3, com isso passa a ter mais um ETF dentre os que já existem dos mais variados setores, como por exemplo, criptomoedas, fundos imobiliários e fundos de renda fixa.

Inscreva-se na nossa newsletter!