Prefeito do Rio anuncia que vai comprar Bitcoin

Paes quer investir 1% do tesouro da cidade em criptomoedas
prefeito do Rio fala em bitcoin

Sextou com “S” de “Segura!”. A novidade do momento foi o anúncio do prefeito do Rio de Janeiro de que 1% do cofre da cidade seria em bitcoin. Além disso, falou em criar uma cripto moeda e dar descontos de impostos para quem pagar em BTC. 

Que história é essa? 

Pois é, amante de Bit, o Rio será a primeira cidade brasileira a ter uma parte do seu cofrinho, o chamado tesouro, em criptomoeda. 

A porcentagem será de 1%, mas cá para nós, considerando as lapadas que nosso Real tem levado, 1% de bitcoin é bem significativo. 

Ainda não se sabe quanto isso representa em verdinhas, contudo a cidade carioca vai publicar hoje um decreto que cria um grupo de trabalhos responsável pela compra. 

O anúncio veio ontem no evento “Rio Innovetion Week”, que contou com a participação ilustre do prefeito de Miami, cidade estadunidense, que inclusive já tem sua cripto, a Miamicoin. 

E o que mais ele disse e como tudo isso vai funcionar?

Eduardo Paes, ainda acrescenta que pretende dar descontos para quem pagar seus impostos em bitcoins. 

Existe para os cariocas a possibilidade de ganhar um desconto de 7% no IPTU, imposto que recai sobre um imóvel. A ideia é subir a oferta para 10% caso o povo que gosta de cumprimentar com dois beijinhos, pague em BTC.

Ainda, o prefeito anunciou que faz planos de criar uma cripto moeda, a “cripto Rio”, a exemplo da cidade americana, Miami. 

Dúvidas sobre como essa moeda será guardada foram levantadas. Será que o prefeito pretende contratar uma corretora especializada em custódia de criptos? Através da licitação. Ou será que vai abrir uma corretora estatal?

E aí? É para comemorar?

É verdade que as criptomoedas não são muito estáveis. Mas negar a força que elas tem e seu crescimento seria algo pouco inteligente. 

Há um movimento crescente do dinheiro virtual, principalmente no setor privado, que se sente atraído por iniciativas como essas. 

Ou seja, o Rio acaba se tornando um chamariz para aqueles que atuam para a expansão desses ativos. E de certo, o Brasil todo ganha com isso. 

O bitcoin sofreu uma desvalorização recente, então, se existe um momento bom para se comprar, é na baixa. 

Agora o brasileiro vai assistir de camarote essa novidade sendo aplicada no mundo real. 

Inscreva-se na nossa newsletter!