JBS vê lucro crescer 142% e distribuirá R$ 1 por ação em dividendos

A empresa divulgou os seus resultados do terceiro trimestre deste ano e teve um lucro líquido de R$ 7,585 bilhões
Imagem da fachada da JBS

Antigamente dizia que o olho do dono que engorda o gado, pelo visto os acionistas da JBS estão com o exame de vista em dia.

Ontem (10) a JBS (JBSS3) divulgou os seus resultados referentes ao terceiro trimestre de 2021 e impressionou seus investidores. 

A empresa registrou um lucro líquido de R$ 7,585 bilhões, um resultado 142% maior do que no mesmo período do ano passado. 

EBITDA

Já o lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização, o famoso EBITDA, foi de R$ 13,9 bilhões, uma marca que também cresceu comparado com o terceiro trimestre de 2020. 

Receita líquida

No último trimestre a JBS apresentou uma receita líquida de R$ 92,6 bilhões, e para a surpresa de zero pessoas, mais uma alta comparada em uma base anual, desta vez de 32,2%. 

Dívidas

A dívida líquida também aumentou de US$ 9,1 bilhões no terceiro trimestre de 2020 para US$ 11,2 bilhões no terceiro trimestre de 2021.

Como o crescimento das dívidas foi menor do que os outros números da empresa, mostra que o grau de alavancagem diminuiu, o que claramente mostra um alívio no risco financeiro da empresa.

Motivos dos resultados

Apesar de 51% da receita da empresa ter vindo do mercado doméstico, o que impulsionou os resultados da JBS foram as vendas para a América do Norte, que teve um aumento de 32,6% na receita líquida vinda do mercado externo.

Outra informação importante apresentada no relatório foi que segundo a empresa, a demanda global por carne bovina continua forte, principalmente na Ásia

Dividendos

Outra boa notícia para os investidores da JBS foi o anúncio do pagamento de R$ 2,3728 bilhões em dividendos, o que representa um valor de R$ 1 por ação. 

Os proventos serão pagos no dia 24 de novembro e quem tiver comprado as ações da empresa até o dia 16 de novembro terá direito aos dividendos.

Inscreva-se na nossa newsletter!