Início » Investimentos » IPO da Multilaser: período de reserva acaba hoje

IPO da Multilaser: período de reserva acaba hoje

Depois da tentativa falha em 2018, dessa vez a expectativa é levantar até R$ 2 bilhões. Será que agora vai?
Fábrica da Multilaser
Imagem: Digitro/Divulgação

Mais um IPO pra conta! Dessa vez quem tá na área é a Multilaser. Anunciada recentemente a oferta primária de ações, acaba hoje (19) o período de reserva de ações. A estreia está prevista para quinta-feira desta semana (22).

Compasser raiz já sabe, mas vamos lembrar algumas coisas pra você que chegou agora:

👉IPO é sigla para Initial Public Offering, que significa Oferta Pública Inicial e é basicamente o momento em que uma empresa abre seu capital e passa a ter suas ações negociadas na bolsa de valores.

👉Oferta primária é o caso em que são emitidas ações novas da empresa e o dinheiro levantado com a oferta vai para a companhia.

O código com o qual a empresa deverá ser negociada é MLAS3 e ela estará listada no segmento Novo Mercado.

A estreia estava prevista para algumas semanas antes, mas houve um ajuste de número no balanço, assim o cronograma da oferta mudou, orientada pela CVM.

🤔 Mas o que é a CVM?

A CVM, sigla para Comissão de Valores Mobiliários, é o órgão que tem como objetivo criar normas, fiscalizar e controlar o mercado de valores mobiliários, ou seja, o mercado de ações, derivativos, debêntures etc.

Voltando à Multilaser, ela é uma companhia de bens de consumo que desenvolve, fabrica, distribui e vende produtos desde smartphones até produtos automotivos e acessórios pet. Segundo a companhia, ela é uma das mais diversificadas no país e possui mais de 5 mil produtos.

Em 2018, ocorreu uma fracassada não prospera de abertura de capital em 2018. Agora, em 2021, a receita atingida foi de R$1,4 bilhão no primeiro trimestre, havendo uma alta de quase 200% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Já o lucro foi de R$194,8 milhões, após um prejuízo de R$7,6 milhões no primeiro trimestre do ano anterior.

O valor mínimo para poder reservar ações é de R$ 3mil, podendo chegar ao valor máximo de R$ 1 milhão. O preço por ação definido pela empresa está num intervalo indicativo de R$ 10,80 a R$ 13.

O preço será fixado amanhã (20) e, considerando a oferta-base de 172,3 milhões de ações e uma média da faixa de preço, este IPO pode levantar R$ 2 bilhões.

Segundo a empresa, os recursos líquidos serão usados, em sua maioria, para liquidação ou amortização de dívidas em aberto e reforço de caixa para crescimento e outros propósitos corporativos, além de potenciais aquisições de empresas (M&As).

M&A é sigla para “Mergers and Acquisitions”, que significa “fusões e aquisições” e se refere, na prática, a quando uma empresa se une à outra ou adquire outra.

Além disso, os papéis serão listados no semento de alta governança corporativa na B3, o Novo Mercado.

O que é Novo Mercado?

O segmento Novo Mercado na bolsa de valores é composto por empresas que se comportam de acordo com um padrão de transparência e governança corporativa além dos exigidos pela lei. Resumidamente, garantindo transparência, equidade e responsabilidade no meio em que está inserida.

Ter suas ações listadas nesse segmento implica a adoção de um conjunto de regras societárias que aumentam os direitos dos acionistas – inclusive, as companhias listadas só podem emitir ações com direito de voto – ou seja, ordinárias (ON). No site da B3 é possível encontrar as regras do Novo Mercado em relação à estrutura de governança e direitos dos acionistas.

Os bancos coordenadores são Itaú BBA, XP, Bank Of America, UBS BB e Safra.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp