Estrangeiros de olho no Petróleo do Brasil?

Ações da BR Distribuidora, vendida pela Petrobrás semana passada, ficam em sua maioria com investidores estrangeiros.
Imagem posto BR distribuidora

A oferta secundária de ações da BR Distribuidora (BRDT3), anunciada semana passada e vendida pela Petrobras (PETR3, PETR4) foi precificada em R$ 11,36 bilhões.

Qual a diferença de oferta primária e oferta secundária?

Adm Explica

O que diferencia uma da outra é a origem das ações e para onde vai o dinheiro captado na oferta.

Na oferta primária, a empresa emite e vende ações no mercado e assim ela aumenta seu capital social, ou seja, o recurso vai para a empresa.

Já numa oferta secundária quem vende as ações é um acionista e não a empresa propriamente. Assim, o dinheiro levantado vai para o bolso do acionista que diminuiu ou finalizou sua participação acionária na empresa.

Voltando à oferta secundária da semana passada, no caso foi a Petrobrás que vendeu toda a participação que tinha na BR Distribuidora.

E quem ficou com 34% de toda a venda foram investidores estrangeiros!

De acordo com o anúncio de encerramento das operações, das quase 437 milhões de ações vendidas pela Petrobrás, foram quase 150 milhões compradas por investidores de fora.

💰Como o preço por ação foi R$ 26, o total internacional captado foi próximo a R$ 4 bilhões. O coordenador líder da oferta, Morgan Stanley, e suas afiliadas fazem parte da contagem dos papéis.

Vale lembrar que essa oferta está encerrando um processo que começou há algo próximo a 4 anos, em que a privatização da empresa de fato ocorreu – 2019, com a Petrobrás deixando de ter o controle da empresa.

Os motivos pelos quais isso ocorreu provavelmente têm a ver com a perspectiva sobre a expansão de produtos e serviços oferecidos pela companhia, além de outros fatores relevantes para o setor.📈

Inscreva-se na nossa newsletter!