Início » Investimentos » Com mais jovens, B3 chega a 3,8 milhões de investidores

Com mais jovens, B3 chega a 3,8 milhões de investidores

Esses jovens investidores enchem o Adm de orgulho!
Com mais jovens, B3 chega a 3,8 milhões de investidores
(Foto: Divulgação/B3)

Muitas emoções  ao escrever esse texto… Isso porque o número de pessoas físicas na B3, como é chamada a bolsa brasileira, continua crescendo, especialmente entre os jovens! Em julho, o aumento foi de 1,9% na comparação mensal, chegando a 3,86 milhões de investidores.

Dentro desse número, 1,2 milhão corresponde aos investidores entre 26 a 35 anos. Já a faixa etária entre 16 a 25 é responsável por 455 mil contas abertas. Ao compararmos com dados de 2018, por exemplo, o número de investidores dessas idades era de 186 mil e 37 mil, respectivamente.

Além disso, há ainda um número crescente de investidores abaixo dos 15 anos, que já ultrapassa a casa dos 19 mil. Em 2018, menos de 2,9 mil pessoas nessa faixa etária possuíam uma conta aberta em uma corretora de valores.

Embora os jovens sejam a maioria na bolsa, as pessoas acima de 66 anos ainda lideram o valor aplicado. Atualmente, os 246 mil investidores nessa faixa etária são responsáveis por 31,28% do valor total investido no Brasil.

Eles são seguidos por aqueles entre 56 e 65 anos, que representam 22,22% dos investimentos. Isso pode ser um indicador da importância de pensar no longo prazo!

SP veio com os dois pés na porta

O estado de São Paulo lidera de forma isolada o número de investidores na bolsa brasileira. O local é responsável por 1,48 milhões de investidores, seguido por Rio de Janeiro, com pouco mais de 400 mil.

Em terceiro lugar, há outro estado da região sudeste: Minas Gerais, com 348 mil investidores. O top 3 é encerrado por dois estados do sul do Brasil, Paraná e Rio Grande do Sul, com 246 mil e 217 mil investidores, respectivamente.

E as mulheres também estão chegando!

A representatividade de mulheres na B3 ainda é pequena. Em julho, as investidoras corresponderam a 27,8% do total de pessoas na bolsa.

No entanto, houve um aumento de 26,9% no número de mulheres na bolsa na comparação anual. Já ao analisarmos o aumento de investidores homens, a alta foi de 17%.

E se você ainda não faz parte dessa lista de investidores, nós queremos te ajudar nisso! Um bom pontapé inicial é conferir o nosso artigo sobre como começar a investir.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp