Início » Investimentos » BTG Pactual lança fundo de cannabis aplicação mínima de R$ 100

BTG Pactual lança fundo de cannabis aplicação mínima de R$ 100

De olho no exterior, o BTG acredita que o mercado canábico é promissor
Cannabis sendo coletado para investigações de câncer
(Foto: Getty Images)

O BTG Pactual lançou nesta semana um fundo de investimento com 100% de exposição ao mercado de cannabis no exterior. O Cannabis Ativo FIM, como é denominado, já está disponível para todos os clientes na plataforma do banco e possui uma proposta acessível, com aporte inicial de R$ 100.

O novo fundo de investimentos do BTG reúne aplicações em ETFs (fundos negociados em bolsa de valores) que investem em ações de empresas estrangeiras que estão relacionadas à indústria da cannabis ou que podem se beneficiar com a legalização da planta. Além disso, o Cannabis Ativo FIM conta ainda com swap de ativos atrelados ao setor canábico.

Adm Explica

Swap de ativos é o nome dado a uma operação financeira com troca de risco e retorno entre duas partes. Na prática, estas operações acontecem por meio de contratos que estabelecem uma data futura para a troca da rentabilidade dos indexadores entre os envolvidos.

De acordo com a instituição financeira, este é o primeiro fundo com gestão ativa e 100% de exposição ao mercado de cannabis disponível no Brasil. Ou seja, o Cannabis Ativo FIM contará com um gestor responsável por garantir um bom desempenho da carteira com base em uma análise de mercado. Esta administração será feita por especialistas da corretora Vitreo.

Para isso, o fundo contará com uma taxa de administração de 0,72% ao ano. Em contrapartida, não haverá taxa de performance, que é uma cobrança comumente realizada por fundos de investimento para remunerar o bom desempenho dos gestores caso a rentabilidade ultrapasse uma meta pré-estabelecida.

Para quem este fundo é indicado?

Conforme as informações divulgadas pelo banco, o Cannabis Ativo FIM é indicado para investidores de perfil moderado ou arrojado, que já possuem uma reserva de emergência. Além disso, é fundamental que o investidor seja capaz de compreender que este é um mercado volátil e que pode apresentar altos ganhos ou perdas.

Mercado de cannabis em expansão

De olho no exterior, o BTG acredita que o futuro mercado de cannabis pode ser extremamente promissor. Isso se dá especialmente pela possibilidade da regulamentação da planta nos Estados Unidos, que voltou a ser debatida após a eleição do atual presidente norte-americano, Joe Biden.

Além disso, dados levantados pela consultoria especializada BDSA indicaram que as vendas globais de cannabis legal somaram US$ 21,3 bilhões (cerca de R$ 112 bilhões, na cotação atual) em 2020. O montante indica um avanço de 48% na comparação anual. 

Conforme uma estimativa feita pela empresa, que prevê uma taxa média de crescimento anual de 17% para o mercado mundial, a indústria da cannabis pode chegar a um faturamento de US$ 55,9 bilhões em 2026.

E aí, será que é uma boa investir neste segmento?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp