Brasileiro compra NFT e é sorteado para uma viagem espacial

Sortudo será o segundo na história do Brasil a ir para o espaço
foto de NFT

Quem iria? Brasileiro foi sorteado após comprar uma NFT e ganhou uma viagem ao espaço. O premiado fará história como o 2º no país a sair do planeta.

Vai Brasiiiiiil!

Que história é essa?

Pois é, o mineiro Victor Correa Hespanha, decidiu diversificar seus investimentos e comprou uma NFT, Token não fungível, em português. Contudo, o brasileiro que gastou cerca de R$ 4 mil reais, faturou uma viagem de milhões. 

Isso porque o ativo comprado pelo moço foi sorteado e garantiu ao sortudo uma viagem ao espaço a bordo do foguete da Blue Origin, empresa do segundo homem mais rico do planeta, Jeff Bilionário Bezos. 

Assim, o jovem faz história ao se tornar o segundo brasileiro a ir para o espaço, já que o primeiro foi o ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes. 

Ah, miserável sortudo.

Que NFT foi essa?

O ativo faz parte da coleção Gen-1 da Crypto Space Agency, CSA, que é uma empresa que une a tecnologia da indústria espacial com o mercado de criptomoedas. 

Em abril deste ano, a CSA colocou à venda 5.555 NFTs. De acordo com a agência, um desses tokens seria o bilhete dourado que levaria o comprador para fora do planeta com todas as despesas pagas.

Aliás, o brasileiro diz que comprou o ativo apenas por acreditar em uma valorização futura, e para diversificar sua carteira. E agora vejam só, vai decolar no foguetinho do sr. Bezos e nos tirar a cruel dúvida sobre a real forma da Terra. 

Brincadeira! É óbvio que ela é uma rosquinha.

Vale a pena apostar  em NFT?

Chuchu, isso é com você. 

Evidentemente que situações como essas, em que uma arte virtual, dá como recompensa uma viagem milionária para além desse mundinho, gera uma enorme visibilidade para esses ativos. 

Contudo, vale salientar que essa aposta é muito arriscada por inúmeras razões. Porém, vamos pontuar duas para não cansar sua mente. 

1 – Novidade. Artes digitais são relativamente novas, e as pessoas ainda estão tentando entender o que é e para que serve. Ou seja, vai levar tempo para se estabilizar no mercado, se estabilizar…

2 – Subjetividade. Assim como há pessoas que pagam milhões em quadros do Picasso, há quem pense que isso é desperdício de dinheiro. Logo, se você comprou esperando uma valorização para repassar no futuro, esteja certo que isso pode não acontecer. 

E para saber mais você só precisa assinar a The Cryptos. Só vem. 

Inscreva-se na nossa newsletter!