Bitcoin teve uma valorização de +890.500% nos últimos 10 anos

Ouro teve alta de +4% no mesmo período
foto de um Bitcoin

O sr. Satoshi Nakamoto não merece palmas, merece o Tocantins inteiro, seja lá quem ele for. Nos últimos dez anos, sua criação, o Bitcoin, teve uma valorização de +890.500%, e está no topo da lista de maiores retornos aos investidores. 

Bitcoin valorizou tudo isso?

Pois é, baby! Isso de acordo com um famoso economista e investidor mais conhecido na gringa, Charlie Bilello, que montou uma listinha com 12 ativos que gerou os maiores retornos nos últimos dez anos. 

Na lista, empresas como a Netflix, Amazon, Apple, Google e Tesla, que aliás, ficou em segundo lugar no ranking com uma valorização de +12,717%. 

Já em primeiro lugar, adivinha! Surpreendendo um total de 0 pessoas, ele, o Bitcoin que teve uma alta de apenas +890.500%. Quase nada. 

Em contrapartida, no décimo segundo lugar, ficou o Ouro, que apresentou um retorno de +4%. 

Qual a explicação para essa valorização toda?

Quem é fã do ativo pode citar inúmeras razões para explicar porque essa moeda está tão valorizada, contudo, como somos reprimidos pelo limite de caracteres, aqui vai o principal motivo, a escassez. 

Já que o Bitcoin tem apenas 21 milhões de unidades e não é possível produzir novas, com o passar do tempo cada uma dessas unidades passa a valer mais e mais.

Para se ter uma ideia, em 2010, ano em que esse ativo começou a ser negociado, ele valia US$0,39. Atualmente, cada ‘Bitzinho’ vale mais de US$41 mil.

Então, considerando que esse é um recurso que logo mais vai acabar, os investidores o compram para mantê-los bem guardadinhos, como uma reserva de valor. 

Isso porque, conforme o número de Bitcoins disponíveis for caindo, o valor dos que estão a disposição vai subindo. 

Ou seja, o ‘cabra’ que gastou US$5 dólares em BTC em 2010 e segurou até hoje nem lembra mais o que é ser pobre. 

E será que o Bitcoin vai seguir nessa alta?

Isso não dá para saber. Porém, considerando que o nome do ativo está na boca do povo e em razão dele outras criptomoedas surgiram, é muito provável que nem o céu seja mais um limite. 

Além disso, considere que os países estão criando suas próprias moedas digitais, o que mostra que o dinheiro virtual é a nova moda, mas nesse caso, esses ativos serão controlados pelo governo. 

Assim, já que o dinheiro digital é a nova tendência, o Bitcoin parece que vai continuar decolando. 

Inscreva-se na nossa newsletter!