B3 enquadra Oi por ações valendo menos de R$1 há três meses

Regras preveem de multa a suspensão das negociações em bolsa
fachada da Oi que tem ações na B3

“Oi, te liguei? Deve tá ocupadinho, tudo bem, tô com outro contatinho…”. Sextou com S de “Socorro” para a Oi que há mais de 3 meses vê seus papéis valendo menos de R$ 1 real. E a B3 já mandou aquele ofício pressionando. 

Qual foi o enquadro da B3?

A empresa de bolsa de valores, B3, única a operar em território nacional, tem suas regrinhas. E como o dono da bola é quem manda, caso o Grupo Oi não faça suas ações valerem mais que R$1 até julho deste ano, talvez a Oi tenha que dizer “tchau”. 

Por conta da regra de que nenhuma ação listada na bolsa brasileira tenha um valor menor que R$1 por mais de três meses, e a Oi tem estado abaixo desse mínimo desde novembro do ano passado, a B3 pediu satisfações. 

Ou seja, mandou um “E aí, como é que fica? E aí?” Com palminhas e cruzada de braços no final. 

E o que foi que a Oi respondeu?

No primeiro momento tentou desconversar, já que estava em fase final de implementação de um plano estratégico de transformação, fazendo aquele mix de palavras difíceis para parecer plena. 

Além disso, acrescentou que caso seus papéis não tivessem uma valorização e ficassem acima do mínimo, avaliaria a ideia de um grupamento de ações. 

De forma simples, o grupamento de ações significa condensar o seu capital em um número menor de títulos. Isso quer dizer que a empresa vai juntar suas fatias para que o preço de cadauma delas seja maior. 

Por exemplo, imagine que uma companhia tenha 100 ações sendo negociadas, cada uma valendo R$1. Com o grupamento, também chamado de “inplit”, o grupo poderia juntar duas ações em uma. 

Assim, só haveria 50 ações disponíveis com um preço de R$ 2. O que dá à empresa o direito de permanecer na bolsa.

O grupamento de ações é vantajoso?

É… não é uma Brastemp, mas pode ajudar em um primeiro momento, visto que o preço dos papéis sobem. Contudo, o inplit carrega o preconceito no investidor velho de guerra, já que ele sabe que essa é uma manobra de “desespero”. 

Segundo a Oi, novas estratégias serão traçadas para que o grupamento não aconteça, isso pode funcionar melhor para o mercado. 

Caso as ações da Oi não subam acima de R$1, a B3 poderá multar ou até suspender as negociações da empresa na bolsa. 

Eita, lasqueira. 

Inscreva-se na nossa newsletter!