Ações das Lojas Americanas despencam e lideram baixas do Ibovespa

Sem considerar os ajustes nominais, a queda ultrapassou 60%. Clima tenso ou já era esperado?!
Fachada da Lojas Americanas

No primeiro dia após a fusão com a BW2, as ações das Lojas Americanas estão liderando as quedas do Ibovespa desta segunda-feira (19). Por volta das 13h, os papéis preferenciais da companhia, negociados sob o código LAME4, operavam em baixa 4,62%, enquanto os ordinários, negociados com o ticker LAME3, caiam cerca de 3,37%. 

Adm Explica

Ações ordinárias são aquelas em que o acionista tem direito ao voto nas assembleias. Estes papéis geralmente são negociados com um código terminado em 3. Já os ativos preferenciais, com o final 4, dão aos acionistas preferência na distribuição de dividendos e outros proventos.

Sem considerar o ajuste nominal, a queda pode parecer bastante assustadora para os investidores. Isso porque as ações ordinárias e preferenciais da companhia estão registrando quedas de mais de 61%, ao comparar com as cotações do fechamento da última sexta-feira (16).

“Sou acionista! Devo me preocupar?”

Calma! Ao contrário do que parece, a variação negativa não é motivo de desespero para os acionistas. A queda, que já era esperada por analistas do mercado, é comum em situações de fusão com outras empresas.

Neste caso, a variação negativa ocorre principalmente por conta da representação na qual as Lojas Americanas possuem na nova companhia criada após a fusão. Com a união entre a empresa e a BW2, uma nova holding foi criada, denominada Americanas S.A. 

Com isso, as ações das Lojas Americanas, que operam com os códigos LAME3 e LAME4, continuaram sendo negociadas na bolsa. No entanto, agora a empresa possui uma participação reduzida na nova companhia, de somente 38,9%.

Além das ações das Lojas Americanas, a Americanas S.A. também possui papéis listados na bolsa, sob o ticker AMER3. Os ativos substituem as ações da BW2, que até a última semana eram negociadas sob o código BTOW3.

Dessa forma, conforme previsto na negociação, os investidores que já possuíam ações das Lojas Americanas, agora também receberão papéis da nova holding. Para cada 100 ativos de LAME3 ou LAME4, os acionistas terão direito a 18 ações AMER3.

Na prática, este ganho de novas ações faz com que a variação negativa seja pouco sentida pelos investidores. É justamente por conta disso que os analistas recomendam manter a calma neste momento.

No link, entenda tudo o que você precisa saber sobre a fusão entre a BW2 e as Lojas Americanas.

Inscreva-se na nossa newsletter!