Turquia diz que não vai aceitar entrada de Suécia e Finlândia na Otan

Putin prometeu resposta caso os países aderissem a organização militar
foto do presidente da Turquia com putin

Será que o Putin ainda tem gás? Presidente da Turquia disse que não vai aceitar adesão da Suécia e da Finlândia na Otan.

Turquia ‘embaçando’ o esquema?

O presidente turco está cortando as asinhas da Suécia e da Finlândia ao dizer que não vai aceitar a entrada das coleguinhas na Organização do Tratado do Atlântico Norte. 

Essa declaração importa, já que a Turquia faz parte do seleto grupo da ‘bala’, a Otan, e sem a autorização de todos os países participantes, as novas candidatas não têm permissão para entrar. 

De acordo com o presidente turco, os dois países abrigam opositores do seu governo. E acrescenta dizendo que esses opositores são terroristas e golpistas. 

Por isso, segundo Erdogan, presidente da Turquia, se a Suécia e a Finlândia tinham um sonho de entrar na Otan, devem apenas desistir. 

Por que Suécia e Finlândia querem entrar na Otan?

Embora as duas nações tenham adotado uma postura ‘paz e amor’ ao longo de anos, e não se envolvendo nos conflitos alheios, após a invasão da Ucrânia pela Rússia, as colegas decidiram descer do muro. 

Isso porque a Finlândia tem uma longa fronteira com o país russo, e está com medo de também ser invadida pelo sr. Vladimir Putin, presidente da Rússia.

Já a Suécia não faz fronteira, mas seguiu sua vizinha na decisão. Bem naquelas de “amiga, se você for, eu vou”. 

Lembrando que a Otan é uma organização militar no qual os países que fazem parte dessa aliança prometem defender o território do amiguinho caso ele seja invadido por algum outro país fanfarrão. 

Daí o interesse da Suécia e da Finlândia no grupo do tiro. 

Vale pontuar que o sr. Vladimir já declarou que não vai deixar barato para as duas caso entrem mesmo na Otan. 

O que o Putin vai fazer?

Ninguém sabe. O líder russo apenas disse que vai haver resposta na proporção da ameaça que for criada. 

Isso porque Putin fica ‘pistola’ só de imaginar soldados americanos perto de sua fronteira. Vladimir teme que seu pesadelo vire realidade, caso suas vizinhas entrem para o clubinho da Otan, no qual os EUA faz parte. 

Por outro lado, há quem duvide que a Rússia tenha gás para levar adiante uma guerra contra a Suécia e a Finlândia, já que até agora não conseguiu fazer com que a Ucrânia cedesse aos seus pedidos. Mesmo ‘sentando’ a bala na coitada. 

Inscreva-se na nossa newsletter!