Rússia evita calote e paga dívida externa de US$117 milhões

Na semana passada a agência Fitch falou em ‘calote iminente’
bandeira da Rússia

E não é que a Rússia calou a boca das inimigas e pagou sua dívida externa de US$117 milhões? Após o pagamento os títulos russos tiveram uma valorização.

“E ainda houve boatos de que eu estava na pior”. 

Quem foi que disse que a Rússia pagou?

Ontem a Rússia declarou que havia quitado sua dívida externa. Soltou um ‘paguei tô leve’. Contudo, havia uma desconfiança de que isso fosse só conversa para disfarçar a vergonha do calote. 

Todavia, no final da tarde os investidores e traders deram um ‘joinha’ confirmando que o dinheiro caiu na conta. Apesar do atraso de um dia, estava dentro do período de carência.

Que dívida era essa?

Essa é aquela dívida que um país tem com os credores que emprestam dinheiro para o seu governo, lembra? 

Neste caso, o pagamento de US$117 milhões caiu no bolso dos investidores estrangeiros que depositaram um dinheirinho no cofre russo esperando receber com juros.  

Na semana passada a agência Fitch que avalia o grau de riscos de investimentos rebaixou a nota da Rússia, dando a ela um status de ‘calote iminente’. 

Mas o país russo deu o ‘plot twist’ e mostrou que caloteira é a mãe. 

A Rússia tem mais dívidas para pagar?

Tem sim, viu? E o pior, já deveria ter pago no começo deste mês. Essa dívida, diferente da que foi paga, é em moeda local, ou seja, em rublo russo. 

Inclusive a agência Fitch já declarou que se o sr. Vladimir não pagar essa conta em até 30 dias, vai declarar o país em default. 

Isso significa, paixão, que se a Rússia não pagar essa dívida de US$615 milhões, a agência vai chamar abertamente o Putin de caloteiro. 

Vixi!

E quais as consequências disso?

A maior delas é fazer com que investidores internacionais deixem de emprestar dinheiro para o governo russo. E o que um país que está em guerra mais precisa é de grana. 

Contudo, vale pontuar que ter quitado a dívida de ontem fez com que os títulos da Rússia tivessem uma valorização. 

Assim, os papéis que estavam sendo vendidos por 27 centavos com vencimento para 2023, passaram a ser negociados por 41 centavos. Esse é um sinal positivo e pode ajudar as finanças russas. 

Será que o Putin vai pagar todas as contas?

Inscreva-se na nossa newsletter!